Enquete aponta 64% contra o uso de animais como tração de charretes; Lei foi rejeitada em Campos do Jordão, SP

Enquete aponta 64% contra o uso de animais como tração de charretes; Lei foi rejeitada em Campos do Jordão, SP

Por Ricardo M. S. Gonçalves

SP CampoDoJordao enquete animais tracao rejeitada

Enquete realizada no grupo do Jornal Campos do Jordão & Cia no Facebook apontava na noite desta quinta-feira (25) nada menos que 64% (maioria absoluta) de participantes contra o uso de animais como tração de charretes em Campos do Jordão.

Durante 30 horas no ar a enquete recebeu cerca de 130 votos e além de a grande maioria, 64% dos participantes que disseram não, 32% manifestaram-se favoráveis a atividade desde que haja uma fiscalização mais efetiva e somente 4% foram favoráveis sem nenhuma observação.

Para o grupo protetor dos animais o resultado da enquete quer dizer que “A decisão, no mínimo, foi anti popular e anti democrática. Mesmo que houvesse erros na lei os mesmos deveriam ser corrigidos e o projeto ir para votação no plenário.” disse Marcio Toledo, que completou “Partindo do princípio que os vereadores são os porta vozes do povo, deveria ter ido a plenário. Eles agiram em desacordo com a função para a qual foram eleitos, que é representar a maioria.”.

Para Elaine de Marco, Presidente da Associação dos Cavaleiros e evidentemente contraria a lei, a repercussão do caso trouxe um benefício “nunca antes os olhares tinham sido voltados para os cavalos … agora a população está mais atenta e disposta a denunciar mais, pois só assim chegaremos perto do fim dos maus-tratos!” e completa “Acho que o parecer foi analisado com bastante rigor para poder chegar na inconstitucionalidade.”

Com relação ao alto percentual de nãos da enquete Elaine diz respeitar mas ressalta “Respeito a opinião pública mas acho que está longe de se sobrepor aos 7.000 anos de parceria [do cavalo] com o homem e o trabalho. O ser humano ainda precisa aprender a respeitar mais os animais…só assim essa parceria será de fato bom para os dois lados. Continuarei a lutar para que as leis sejam cumpridas, para que haja mais fiscalização e suporte da parte da prefeitura que é a única responsável por tudo isso!”

Consultado pelo Guiacampos.com, o Vereador Ricardo Castelfranchi, principal opositor ao projeto de lei que proibiria o uso de charretes em Campos do Jordão, preferiu não se manifestar.

Fonte: Guia Campos

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.