PI teresina gatos0

Entidade denuncia tutores de gatos por abandono e maus-tratos em Teresina

A entidade Grupo Protetor de Patinhas denunciou no 4º Distrito Policial (DP)e Batalhão de Polícia Ambiental, em seus três meses de existência, quatro denúncias de abandono e maus-tratos de animais, no caso, gatos, no conjunto Parque Piauí e Cristo Rei, na zona Sul de Teresina.

A presidente do Grupo Protetor de Patinhas, Jéssica Paula Almeida de Lima,afirmou que na tarde de domingo a entidade prestou duas queixas no 4º Distrito Policial (DP) de moradores do conjunto Parque Piauí por abandono de animais.

No primeiro caso, Jéssica Paula Almeida conta que a entidade foi chamada por uma jovem que denunciou os país que estavam ameaçando jogar no meio da estrada os três filhotes de sua gata. Os pais também se recusam a castrar a gata e já disseram que se ela tiver câncer não farão o tratamento veterinário de sua cura. “Conseguimos resgatar a gata e os filhotes”, declarou Jéssica Paula Almeida de Lima.

Jéssica Paula declarou que durante o resgate da gata e de seus filhotes, os integrantes do Grupo Protetor de Patinhas soube que o primo da garota quis entregar para a entidade uma gata porque pare muito e não tem como cuidar dos filhotes.

O primeiro também se recusou a fazer a castração da gata. O Grupo Protetor de Patinhas tem três meses de existência, já fez protesto na frente do Centro de Zoonose da Prefeitura de Teresina, no bairro Matadouro, na zona Norte da cidade, contra a matança de cães com calazar e prestou queixas no Batalhão de Polícia Ambiental por maus-tratos, como deixar gatos sendo forçados a ficarem recebendo picadas de formigas, e abandono de animais.

Jéssica Paula afirmou que os crimes de maus-tratos e abandonos de animais estão previstos no Artigo 32, da Lei de Crimes Ambientais e são punidos com um a quatro anos de detenção. “O nosso propósito é fazer valer a lei que protege os animais para defender os cães e gatos”, falou Jessica Paula Almeida.

PI teresina gatos1

PI teresina gatos2

PI teresina gatos3

Fonte: Meio Norte

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.