Entidades pedem na Justiça guarda de chimpanzés do zoológico de Sorocaba, SP

Entidades pedem na Justiça guarda de chimpanzés do zoológico de Sorocaba, SP
Animais chegaram ao zoológico de Sorocaba em novembro. — Foto: Ariane Flores/TV TEM

Entidades que atuam em defesa dos direitos dos animais ingressaram na Justiça com um pedido de guarda de dois chimpanzés que chegaram ao Parque Zoológico Municipal “Quinzinho de Barros”, em Sorocaba (SP), neste mês.
Em abril do ano passado, as associações já haviam pedido na Justiça a transferência do chimpanzé Black para o Santuário dos Grandes Primatas. A medida foi concedida em maio.

A petição é assinada pela Agência de Notícias de Direitos Animais (Anda) e pela Associação Sempre Pelos Animais de São Roque. O processo tramita na Justiça de Sorocaba desde 2018 e pede ainda que o zoológico da cidade seja impedido de receber novos exemplares de chimpanzé. Este pedido ainda não foi apreciado.

Segundo o coordenador jurídico da Anda, Leandro Ferro, a administração do zoológico teria sido “irresponsável” ao colocar para socialização dois animais que sequer se conheciam.

No pedido feito à Justiça, as associações apontam que a chimpanzé Kelly – que escapou do recinto no último dia 12 de novembro – requer atenção e cuidados especiais, além de um “manejo diferenciado”.

As entidades também reforçam o pedido para que o zoo de Sorocaba seja proibido de receber novos exemplares de chimpanzé.

Em nota, a Prefeitura de Sorocaba, que administra o zoológico, informou que não foi notificada oficialmente sobre a ação. 

Chegada e fuga

Resgate de Kelly durou cerca de duas horas e mobilizou dezenas de pessoas. — Foto: Fábio Rogério/Jornal Cruzeiro do Sul

Os chimpanzés Kelly (fêmea) e Paulino (macho) chegaram a Sorocaba em novembro vindos do Beto Carrero World e de um zoológico do Rio de Janeiro, respectivamente. Seis dias depois, Kelly fugiu do recinto onde se encontrava no momento em que seria alimentada.

O episódio mobilizou cerca de 40 pessoas, entre Corpo de Bombeiros, Guarda Civil Municipal, Polícia Ambiental e Secretaria do Meio Ambiente de Sorocaba. O animal não chegou a sair do zoológico, mas o resgate durou cerca de duas horas.

Segundo a prefeitura, Kelly e Paulino devem permanecer provisoriamente em Sorocaba enquanto os locais de onde vieram passam por reformas.

Por César Santana e Júlia Martins

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.