Entre silvestres e domésticos, 107 animais resgatados são enviados para Ibama e clínicas de Manaus, AM

Entre silvestres e domésticos, 107 animais resgatados são enviados para Ibama e clínicas de Manaus, AM

Os animais resgatados no fim da tarde desta terça-feira (12), em um cativeiro no bairro Jorge Teixeira, na Zona Leste de Manaus, foram levados para o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e para três clínicas veterinárias. A ação das Polícias Militar e Civil resgatou 107 animais em uma residência e prendeu duas pessoas.

No local, foram encontrados, em gaiolas:

  • 39 cachorros
  • 2 gatos
  • 45 aves
  • 12 primatas
  • 6 quelônios
  • 1 quati
  • 2 cutias

O animais silvestres foram encaminhados para o Ibama, enquanto os domésticos foram levados para clínicas. Estes serão destinados para adoção após avaliação do estado de saúde.

12 primatas estavam no cativeiro, sob maus-tratos. — Foto: Erlon Rodrigues/PC-AM

O local foi descoberto após uma denúncia. Participaram da ação o Batalhão de Policiamento Ambiental, a Delegacia Especializada em Crimes Contra o Meio Ambiente e Urbanismo (Dema), o Departamento de Polícia Técnico-Cientifica (DPTC) e a Companhia Independente de Policiamento com Cães (CipCães).

Uma idosa e um homem foram detidos por maus-tratos e manutenção de animais silvestres em cativeiro. Em depoimento, ela e o irmão disseram à Polícia que não compram nem vendem animais, mas que ganharam e cuidam deles. Os bichos foram encontrados com sinais de maus-tratos.

“Situação tão deplorável que nunca havia visto nesse meu tempo de Dema. Não tinha visto uma situação tão crítica de animais nesse estado, sofrendo, aparentemente muito doentes e debilitados”, disse a titular da Dema, delegada Carla Biaggi.

45 cachorros estavam em situação de maus-tratos e em gaiolas. — Foto: Erlon Rodrigues/PC-AM

Investigações

Após perícia, os dois moradores da casa foram conduzidos a Delegacia e liberados após assinatura de um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), mas as investigações continuarão para identificar se há o tráfico de animais.

De acordo com a delegada, os cães podem ter sido roubados, furtados ou receptados. São animais das raças yorkshire, maltês, poodle, chow-chow, pug e shih-tzu. Os proprietários de cachorros que estão desaparecidos podem procurar a Dema para mais informações.

A expectativa é que até a sexta-feira (15) as fotografias dos animais sejam disponibilizadas para identificação de possíveis donos.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.