Entregue há 10 meses, veículo para castração de animais segue sem funcionar em Piracicaba, SP

Entregue há 10 meses, veículo para castração de animais segue sem funcionar em Piracicaba, SP
Castramóvel: segundo prefeitura, parceria levará atendimento a animais de comunidades — Foto: Divulgação/ Prefeitura de Piracicaba

Entregue à Prefeitura de Piracicaba (SP) no dia 4 de maio, um veículo destinado à castração de cães e gatos ainda está sem utilização. De acordo com a prefeitura, o castramóvel ainda não está sendo utilizado devido à situação de pandemia e isolamento social e pela necessidade de ser totalmente equipado para realizar procedimentos.

Em relação aos equipamentos, a administração diz que a questão “já vem sendo resolvida com a compra dos equipamentos necessários para aprovação do CRMV (Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de São Paulo)”.

Quanto à situação de pandemia, tanto o Plano São Paulo como o atual decreto municipal que regulamenta a quarentena em prevenção ao coronavírus permitem o atendimento por estabelecimentos de saúde animal.

Em agosto de 2020, a administração municipal informou previsão de que o castramóvel passasse a ser usado entre aqueles mês e setembro por meio de uma parceria com a faculdade de veterinária da Universidade Metodista de Piracicaba (Unimep).

A intenção era firmar um convênio para uso do equipamento pela universidade, por meio do curso de veterinária. Em contrapartida, caberia aos alunos o atendimento de animais em comunidades carentes. A prioridade seria para cães e gatos em estado de abandono.

“As tratativas junto a Unimep foram feitas, no entanto, ainda não se consolidaram devido a situação de crise envolvendo a Instituição. A atual administração fará estudos para o uso adequado do castramóvel e buscará parceiros”, informou a diretora do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), Eliane de Carvalho Silva. 

Estrutura
 
Em resposta a requerimento do vereador Laércio Trevisan Junior (PP), em 2 de julho de 2020, a zoonoses informou que o equipamento foi comprado por R$ 172 mil e conta com mesa cirúrgica, aquecedor, ar condicionado, exaustores, tomadas, cubas com torneiras, reservatório para água potável e caixa para dejetos, entre outros itens.

São quatro salas: de pré-operatório, centro cirúrgico, sala de paramentação e pós-operatório. Parte do recurso utilizado foi destinado por uma emenda parlamentar do deputado Ricardo Izar (PP).

Vista interna do castramóvel: equipamento custou R$ 172 mil. — Foto: Divulgação/ Prefeitura de Piracicaba

Média de 480 castrações mensais
 
O CCZ informou à reportagem que oferta semanalmente 120 cirurgias de castrações para cães e gatos, portanto, uma média mensal de 480. Destas, 120 são ofertadas para animais de Organizações Não Governamentais (ONGs) e protetores independentes de animais.

Também segundo o órgão, parte dos procedimentos são comprados em clínicas particulares. Nos últimos quatro anos, 1.181 deles ocorreram em estabelecimentos privados. Número de castrações nos últimos quatro anos:

  • 2017: 4.631 procedimentos
  • 2018: 5.021 procedimentos
  • 2019: 5.566 procedimentos
  • 2020: 5.329 procedimentos

Por Rodrigo Pereira 

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.