Envenenamento de animais mobiliza manifestação em Formiga, MG

Envenenamento de animais mobiliza manifestação em Formiga, MG

Cães e gatos cuidados por protetores de animais da cidade foram encontrados mortos nos últimos meses após ingerirem chumbinho.

Por Juliana Baeta

MG Formiga envenenamento caes1

Matança de cães e gatos por envenenamento mobiliza protetores de animais em Formiga, na região Centro-Oeste de Minas. Eles pretendem realizar uma manifestação e uma campanha de conscientização neste sábado (3).

Há cerca de seis meses, vários animais de rua têm aparecido mortos pelas ruas da cidade. O que antes acontecia principalmente nos bairros, começou a se alastrar também pelo centro. Na praça principal, dois cachorros foram encontrados nessa quarta-feira (30). Os animais foram reconhecidos por protetores de animais que os tratavam.

“A gente fica preocupado também porque os locais onde os venenos – chumbinho – são colocados são locais de fácil acesso, inclusive de crianças, como praças e pontos de convivência na cidade”, explica a protetora Luisa Cassini.

Segundo ela, os animais de rua são tratados pelos protetores. Muitos, inclusive, são castrados. “A maioria dos nossos cães de rua são vacinados e castrados, só ficam na rua por não termos um abrigo para socorrê-los”, lamenta Cassini.

O protetor de animais Kelvin Marden, ligado a ONG Adote um Animal em Formiga, teve um choque ao ver dois cães conhecidos na praça onde eles ficavam. Os animais foram envenenados e socorridos pelos protetores, mas acabaram morrendo.

Abaixo, a foto de Kelvin com dois cachorros antes de sere envenenado, em comparação com a imagem dos animais depois do envenenamento.

MG Formiga envenenamento caes4

“Eram muitos cães e gatos vivendo ali na pracinha. A gente já deve ter encontrado uns 20, entre cães e gatos, que foram mortos por envenenamento. E o problema é que não tem como saber, não tem câmeras de monitoramento na pracinha, nem no entorno”, conta Marden.

Os animais que vivem dentro das casas também correm risco. “Uma cachorrinha de raça também foi envenenada”, conta Cassini.

A manifestação contra a matança dos animais foi anunciada pela Associação Protetora dos Animais de Formiga (Apaf) e está marcada para este sábado (3), às 9h, na praça matriz São Vicente Férrer, onde os manifestantes se vestirão de preto, em luta. No mesmo dia, os protetores também farão uma campanha de conscientização, visitando as casas dos moradores para lembrar que envenenar animais é crime previsto em lei e passível de punição.

Relembre

Em Minas, outros casos de maus-tratos a animais têm chamado a atenção nos últimos meses. Um deles é o dos rabos encontrados em São Lourenço, no Sul de Minas, em agosto deste ano. Na ocasião, cerca de 200 rabos mutilados de cães e gatos foram encontrados na cidade. O caso ainda não foi solucionado e é investigado pela polícia. Há a suspeita de que os rabos teriam sido trazidos de outras cidades e descartados em São Lourenço.

Em outro caso, cães foram envenenados em Itabira, na região Central, também em agosto. A suspeita é que os animais foram envenenados por usuários de drogas, mas também neste caso, não houve conclusão das investigações e nenhum responsável foi punido.

No mesmo mês, desta vez em Belo Horizonte, animais foram abandonados em uma casa para morrer, e foram resgatados em estado deplorável, um deles com um enorme corte no peito, provavelmente causado por outro cachorro que estava com fome.

MG Formiga envenenamento caes2

MG Formiga envenenamento caes3

Fonte: O Tempo

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.