Envenenamento em massa de gatos em rua de Las Palmas, Ilhas Canárias

Envenenamento em massa de gatos em rua de Las Palmas, Ilhas Canárias

Moradores de Tunte, em San Bartolomé de Tirajana, Las Palmas, denunciaram um envenenamento massivo de gatos durante na semana passada.

Cerca de uma dezena de animais, conforme relatado pelos denunciantes, foram envenenados por uma pessoa que os deixou alimentos tóxicos perto do local onde estavam em Tunte. Os animais agonizaram durante horas sem que as pessoas que os cuidavam pudessem fazer alguma coisa depois de terem ingerido veneno.

“Sentimo-nos muita impotentes porque os gatinhos não incomodavam e estavam sendo alimentados por vários vizinhos da rua. Suspeitamos que o causador do massacre seja uma pessoa que já realizou vários atos de maus-tratos, espancando-os brutalmente e matando-os de forma violenta. Ele percebeu que os gatos não tinham tutores e ficavam na rua sem proteção, aproveitou para atacá-los”, conta Guacimara González, que descobriu o envenenamento porque seu animal de estimação também foi afetado.

“O meu gato saiu para a rua e voltou com os sintomas do veneno. Ele estava muito agressivo, e quando saiu de novo, eu o segui e encontrei vários gatos mortos e outros morrendo por causa do veneno. Liguei para a Polícia Local, a Prefeitura, os Protetores e o Seprona, mas eles me disseram que não podiam fazer nada. Estou esperando que os agentes do Seprona venham nesta semana para eu lhes entregar três dos animais envenenados que guardei na minha garagem e uma amostra da comida que foi deixada na rua para investigar as causas. Não é a primeira vez que gatos são envenenados na área “, diz Guacimara, indignada com o ocorrido.

Denúncia

Moradores como Guacimara pretendem apresentar uma queixa por maus-tratos a animal, não apenas para que não se repitam casos como esse, mas por causa do perigo que isso pode representar para os seres humanos. “Não sabemos o que é que estão usando para matar os gatos.  E não é apenas uma maneira cruel de matá-los, mas também um perigo para os animais de estimação que, como o meu, saem às ruas. Eu tenho três filhos e estou preocupada com o que pode acontecer com eles também por causa desse tipo de incivilidade de pessoas que não têm respeito pelos animais e deixam veneno nas ruas e nos terrenos.”

Por Alberto Artiles / Tradução de Flavia Luchetti

Fonte: Canarias 7

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.