Equipes resgatam 36 cachorros com sinais de maus-tratos em casa no Itaim Paulista, zona leste de SP

Equipes resgatam 36 cachorros com sinais de maus-tratos em casa no Itaim Paulista, zona leste de SP
Equipes resgatam 36 cachorros com sinais de maus-tratos em casa no Itaim Paulista. Foto: REPRODUÇÃO

Mais de 30 cachorros em situação de maus-tratos foram resgatados de uma casa na região do Itaim Paulista, zona leste de São Paulo, na noite desta quarta-feira (9). Os animais foram localizados em um imóvel na rua Lourenço de Matos, no Jardim Elza.

De acordo com o capitão Solano, do 19° Batalhão de Polícia Militar Metropolitano, as denúncias de maus-tratos chegaram ao policial através do Instagram, onde ele atua em prol da causa animal.

Vizinhos do imóvel onde os animais estavam presos relataram um forte odor vindo da casa, além do barulho de cachorros chorando durante grande parte do dia. Segundo as informações iniciais dos denunciantes, na residência havia cerca de 12 animais.

Na noite desta quarta (9), com o apoio de equipes da PM, o capitão e outros voluntários entraram no imóvel e localizaram 36 cachorros em condições insalubres.

A casa estava com diversos móveis estragados, além de sujeira e entulhos espalhados pelos cômodos. Diversos animais estavam em estado de subnutrição. De acordo com o capitão, o cheiro do local era forte devido às más condições de limpeza do ambiente.

Dos animais resgatados, segundo o PM, nove eram filhotes recém-nascidos que não haviam nem aberto o olho na hora da chegada do resgate.

Os 36 animais serão levados para um abrigo em Mairiporã, na região metropolitana. Na manhã desta quinta-feira (10), todos os cachorros serão submetidos a exames para avaliar as condições de saúde de cada um.

Segundo o policial, não foi necessária nenhuma ordem que permitisse a entrada das equipes no imóvel por haver o flagrante de maus-tratos.

Ainda de acordo com o capitão, a dona no imóvel não estava no local. Vizinhos relataram que a mulher costuma chegar por volta de 18h. No entanto, os voluntários permaneceram no endereço até as 22h, mas a proprietária não retornou.

O caso foi registrado no Departamento de Polícia de Proteção à Cidadania para que a Polícia Civil possa dar início às investigações e, posteriormente, autuar a proprietária do imóvel onde os animais foram encontrados.

Por Letícia Assis

Fonte: R7

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.