Escolas da província de Neuquén, na Argentina, deverão ter disciplina de direitos dos animais

Escolas da província de Neuquén, na Argentina, deverão ter disciplina de direitos dos animais

O respeito aos direitos dos animais é um dos temas que se pretende incorporar nas escolas de Neuquén, Argentina. O objetivo começou a ser trabalhado em uma reunião realizada com representantes da Asociación de Funcionarios y Abogados por los Derechos de los Animales (Afada) com a ministra de educação, Cristina Storioni. 

A proposta é, em primeira instância, capacitar docentes sobre direitos dos animais, embora não haja datas determinadas para dar início ao projeto, segundo informação do Ministério. 

A delegada da Afada, Julia Busqueta, explicou que, em linhas gerais, os eixos temáticos visam sensibilizar e conscientizar para evitar o abandono, os maus-tratos das espécies e valorizar a adoção. Também se busca ensinar que os animais são sujeitos de direitos e como fazer denúncias por maus-tratos. 

Para isso, a proposta da associação é promover desde a primeira infância valores como o respeito, a empatia e a tolerância. Entre outras, as ferramentas utilizadas são palestras, exibições e experiências que impulsionem o amor pelos animais. Além disso, Busqueta adiantou em uma entrevista na rádio que está confeccionando um manual para capacitadores.

A advogada contou que, entre outros projetos, a AFADA também tem a intenção de que seja incorporada a disciplina de Direitos dos Animais no curso de Direito, da faculdade de General Roca.

Busqueta também ressaltou os avanços conseguidos na província de Neuquén, como a criação de uma Procuradoria de Crimes Ambientais e Animais e um aplicativo para celulares que permite fazer denúncias de maus-tratos. 

Por Virginia Trifogli / Tradução de Bina Foloni

Fonte: Río Negro 

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.