Espanha: Manifestação histórica contra as touradas toma o centro da Corunha

Espanha: Manifestação histórica contra as touradas toma o centro da Corunha

ESPANHA coru2

A maior mobilizaçom da história contra a tortura animal contrastou hoje na Corunha com o fracasso contundente da tourada financiada polo governo do PP na mesma cidade.

Apesar da propaganda, do financiamento público e das mentiras da imprensa burguesa, o fracasso do espetáculo taurino ontem no Coliseu foi mais que evidente: inocultável. Nem um terço das bancadas foi ocupada por público, dado o escassíssimo interesse e a nula tradiçom com que a tortura dos touros conta na Galiza.

Isso nom impede que o PP, como antes o PSOE, continue a esbanjar dinheiro público dos corunheses e corunhesas, em momentos de crise e restriçom de gasto social. Nesta ocasiom, 100 mil euros públicos fôrom desperdiçados para garantir que a “espanholíssima festa” se mantenha na cidade galega da Corunha.

Porém, a resposta dos movimentos sociais também vai em aumento. A de hoje foi a maior mobilizaçom da história da Galiza contra as touradas, contando-se os e as manifestantes por milhares.

A manifestaçom, apoiada por numerosos coletivos agrupados na plataforma “Galiza melhor sem touradas”, partiu do Obelisco por volta do meio-dia deste domingo, marchando polas principais ruas da Corunha até a praça de Maria Pita, em frente à sede da Cámara Municipal corunhesa.

Em ambiente festivo e reivindicativo, vizinhança muito variada aderiu à mobilizaçom, na qual fôrom coreadas palavras de ordem como “Fora touradas da Galiza”, “Tortura animal ao Código Penal”, “A tortura, nem arte, nem cultura” e “A Galiza é antitaurina”.

Numerosos cartazes e faixas alusivas ao rejeitamento das touradas fôrom exibidas tanto por pessoas individuais como por coletivos como a plataforma ‘Touradas fora de Ponte Vedra’, também presente hoje na Corunha, ‘Abolición’, NÓS-UP e Galiza Nova, entre outras. Também participárom organizaçons como o BNG, IU, Equo, associaçons vicinais, centros sociais como o CS Gomes Gaioso, ambientalistas como Adega… até as 40 entidades apoiantes da convocatória.

Fonte: Diário Liberdade (Galícia / Espanha) / mantida a grafia original

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.