Espanha: PACMA denuncia que jovens embebedaram e decapitaram galos e gansos

Espanha: PACMA denuncia que jovens embebedaram e decapitaram galos e gansos

Tradução de Josy Aparecida Pazian

espanha pacma1

O grupo ativista Pacma denunciou, nesta quarta-feira, que jovens de Muro, em Mallorca, embebedaram e decapitaram vários galos e gansos por conta da celebração das Festas dos Quintos (ritual de passagem para a maioridade) do último fim de semana.

Como foi informado no comunicado, os autores da morte destes animais antes de decapitar-lhes, forçaram-lhes a beber álcool. Por isso, Pacma considera que os feitos são “um ato desprovido do mínimo de ética e empatia diante do sofrimento dos animais”, assim como constitutivos de possível maus-tratos contra os animais, tipificado no Artigo 337 do Código Penal.

Assim sendo, Pacma apresentou denúncia ao Departamento do Meio Ambiente em Mallorca, cópia do qual também apresentou ao Procurador do Meio Ambiente em Mallorca. No documento, criticam a passividade da polícia local de Muro, que aparece nas imagens acompanhando os jovens.

Finalmente, Pacma, acrescenta que sua existência e trabalho se faz necessário quando nenhum outro órgão denuncia e promove mudanças legais que protejam os animais. Além disso, recorda que publicou um informe sobre maus tratos contra animais na Espanha, no qual destaca que, atualmente, ninguém foi preso por maltratar um animal e as multas, que giram em torno de 300 euros, “são ridículas comparadas ao dano causado aos animais”.

Fonte: 20 Minutos

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.