Espanha: Tanos utilizará touros infláveis mas mantém a corrida de burros em festival

Espanha: Tanos utilizará touros infláveis mas mantém a corrida de burros em festival

Por Eva Mora / Tradução de Nelson Paim

A cidade de Tanos, na Espanha, tem sido duramente criticada por sua habitual corrida de burros. Em 2015 o partido animalista PACMA denunciou em toda a Espanha esta prática, levando a causa inclusive ao Serviço de Proteção à Natureza (Seprona).

Em 2016, nas próximas festas que começam em 22 de julho, a cidade continuará com esta atividade e ainda aumentou a polêmica ao programar dois eventos em que anunciam que utilizarão touros, inclusive um de fogo.

No folheto distribuído pela comissão de festas de Tanos se anunciava uma corrida de touros noturna e um touro de fogo, como popularmente se conhecem aqueles animais aos quais prendem fogo em seus cornos para que os espectadores disfrutem do desespero do animal para livrar-se das queimaduras, algo que é ilegal segundo o regulamento de festejos taurinos populares.

Ainda que a polêmica não tenha alcançado nível nacional, a comissão de festas não deixou claro que o que está programado são touros infláveis e que o touro de fogo corresponde a uma corrida com pirotecnia.

O caso será parecido com a corrida que se celebrou no dia 7 de julho passado em Santillana del Mar, onde se desenvolveu uma divertida corrida infantil utilizando touros infláveis do qual deveriam fugir os mais jovens do município. A iniciativa tem sido um êxito.

No caso de Tanos, o PACMA já havia apresentado uma nota de repúdio ao município de Torrelavega e notificado por escrito ao Seprona da ilegalidade que significava celebrar com um touro de fogo de verdade. Esta semana o partido animalista anunciou que lutaria para evitar que se machuquem animais nas festas.

Fonte: El Faradio

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.