Espingarda e materiais para caça de animais são apreendidos pela Polícia Ambiental em Paulicéia, SP

Espingarda e materiais para caça de animais são apreendidos pela Polícia Ambiental em Paulicéia, SP
Espingarda e materiais para caça ilegal de animais são apreendidos pela Polícia Ambiental em Paulicéia

A Polícia Militar Ambiental e a Polícia Civil prenderam um homem, nesta terça-feira (5), por caça ilegal de animais silvestres e porte ilegal de arma de fogo, em Paulicéia. Uma espingarda foi apreendida. O indivíduo até fugiu de uma abordagem no fim de semana, mas deixou sua motocicleta para trás, o que contribuiu para a sua localização.

No último domingo (3) uma equipe da Polícia Militar Ambiental realizou fiscalizações nas imediações de uma mata no interior de uma fazenda, momento em que viram um indivíduo a pé, saindo de dentro da mata. O homem portava uma arma de fogo e uma bolsa e seguia em direção a uma motocicleta que estava estacionada na beira de um canavial.

Ao perceber a presença dos policiais, o indivíduo fugiu, abandonando a motocicleta e os materiais pelo caminho. O suspeito foi perseguido em meio ao canavial e mata situada às margens do Rio Paraná, porém não foi possível alcançá-lo.

No local onde o suspeito saiu foi constatado que havia uma trilha que levava até uma ceva com mandioca e um jirau do tipo espera, instalado em uma árvore, próprio para efetuar a caça de animais silvestres.

Diante do ocorrido, todos os materiais, sendo uma espingarda de calibre 28, uma motocicleta, uma mira laser, duas lanternas, três cordas, uma balaclava de cor preta, uma calça camuflada, uma camiseta camuflada, um boné camuflado, uma faca com bainha, um par de luvas de cor preta, um pedaço de borracha de câmara de ar, três pilhas, uma blusa, um saco plástico contendo 20 kg de mandioca picada, uma caixa plástica de cor vermelha, um capacete de cor preta e um saco plástico contendo 1 kg de milho, foram apreendidos e apresentados na Delegacia da Polícia Civil, devido ao cometimento de crime ambiental de caça, além de porte ilegal de arma de fogo.

Motocicleta abandonada contribuiu na localização do indivíduo. — Foto: Polícia Ambiental

Por meio de pesquisa de dados, o proprietário da motocicleta foi identificado e, nesta terça-feira (5), após diligências em conjunto com a Polícia Civil, o indivíduo foi localizado, abordado e detido.

Questionado, o homem confessou a prática de caça com uso de arma de fogo. Foi elaborado um Auto de Infração Ambiental na modalidade advertência e ele também responderá pelo crime ambiental e de porte ilegal de arma de fogo.

Mandioca e um jirau do tipo espera, instalado em uma árvore, foram constatados no local — Foto: Polícia Ambiental
Mandioca e um jirau do tipo espera, instalado em uma árvore, foram constatados no local — Foto: Polícia Ambiental

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.