Esta resgatista está lutando para salvar um cão que teve suas patas e orelha arrancadas por um humano cruel

Esta resgatista está lutando para salvar um cão que teve suas patas e orelha arrancadas por um humano cruel
Foto: Desislava Stoyanova.

Ninguém sabe como isso aconteceu ou quem foi o responsável. Tudo que sabemos é que Morty, um cão de rua na Bulgária, está lutando por sua vida após alguém ter cortado suas patas dianteiras e uma de suas orelhas.

Quando sua resgatista, Desislava Stoyanova, o encontrou, ela disse que o cachorro estava coberto em sangue e quase incapaz de se mexer. Ele tinha encontrado um refúgio no quintal de alguém até eles o espantaram de lá.

Stoyanova, que vem resgatando animais das ruas da Bulgária por mais de uma década, não é o tipo de pessoa que vira as costas para o sofrimento. Quando ela vê um gato ou cão que precisa de ajuda, ela faz o que melhor sabe fazer: ela os ajuda. Alguns animais conseguem seu final feliz, alguns não, mas o que conta é que Stoyanova mostra a eles que suas vidas não são inúteis. Nenhum animal é invisível aos olhos de Desislava Stoyanova, e Morty não foi exceção.

Ficando sem tempo

Morty estava sangrando extensivamente e, se tivesse ficado sozinho por mais tempo, é quase certeza que ele teria morrido. Felizmente, Stoyanova o levou à clínica o mais rápido possível, onde ele foi colocado no soro e recebeu uma transfusão de sangue.

Foto: Desislava Stoyanova.
Foto: Desislava Stoyanova.

As coisas não pareciam nada bem. Os membros de Morty estavam infectados e ele estava seriamente desidratado. Os veterinários também descobriram que Morty tinha anemia, o que estava fazendo com que ele ficasse mais apático e drenava sua energia.

Ele sobreviveria? O corpo fraco e mutilado de Morty iria sobreviver à tortura que ele enfrentou? O destino do pobre Morty era extremamente incerto e ainda está em perigo, mas temos boas notícias para contar.

Apesar de ele não poder andar e conseguir comer somente pequenas porções de comida porque seu estômago não consegue segurar muita coisa, ele ainda está vivo e os veterinários dizem que ele está melhorando, mesmo sendo pouco e lentamente.

Todos os dias os veterinários limpam suas feridas e dão vitaminas enquanto Desislava o enche de amor, carinho e toques carinhosos. Ela diz que ele ainda está com medo e que não sabe o que é bondade, mas ela tem esperanças que ele mudará quanto mais a conhecer e aprenderá a confiar nas pessoas de novo. Devido ao que esse cãozinho passou, nós podemos entender porque ele é desconfiado dos humanos em geral.

Foto: Desislava Stoyanova.
Foto: Desislava Stoyanova.

Apesar das coisas estarem estáveis para Morty no momento, ele ainda está lutando e Desislava está comprometida a dar a este nobre cão toda ajuda que ele precisa. Mas ainda há outro obstáculo que precisamos ultrapassar para conseguir dar a Morty a melhor chance de sobrevivência: as despesas veterinárias que se acumulam.

Como você pode ajudar Morty

Pela severidade de seus ferimentos, o tratamento veterinário de Morty não é barato e Desislava está tendo dificuldade para cobrir os custos. Se ela não puder pagar as contas de Morty, seu tratamento será interrompido. Para ajudar a angariar fundos, ela postou a história de Morty em sua página do Facebook, Save Me, onde ela frequentemente posta histórias de animais necessitados. Ela pode cobrir parte das despesas, mas não tudo e, para piorar, com Morty ainda no hospital e precisando de cuidado veterinário constante, as despesas continuarão a subir.

Se você quiser ajudar esta gentil senhora a cuidar de Morty, considere enviar uma doação através da página Save Me. Compartilhe esta matéria e encoraje outros a lutar contra a crueldade animal salvando Morty!

Por Lauren Kearney / Tradução de Alice Wehrle Gomide

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.