Estão a ser vendidos animais selvagens embalados como objetos no Pet Festival em Lisboa

Estão a ser vendidos animais selvagens embalados como objetos no Pet Festival em Lisboa

No final deste sábado, 2 de fevereiro, começou a circular uma fotografia nas redes sociais que mostrava animais exóticos embalados em caixas. Na parte de cima, numa película transparente a fazer de tampa, estava escrito a sua espécie e o preço: 75€.

A denúncia foi feita pelo PAN (Partido Político Pessoas, Animais e Natureza) e refere-se às condições em que vários animais estão a ser vendidos no Pet Festival, que acaba este domingo na Feira Internacional de Lisboa.

Até tem o preço.

“Através das fotografias divulgadas é possível ver animais vivos, como répteis exóticos que permanecem todo o evento dentro de cuvetes, com vista à sua comercialização. Reiteradamente as associações de proteção animal têm vindo a denunciar as condições em que os animais se encontram neste evento, sendo frequente a exibição de aves exóticas, inclusive noturnas, demasiado expostas ao contato com o público e a venda de pequenos animais como roedores, anfíbios e répteis em pequenas caixas ou cuvetes”, diz o PAN.

O partido vai mais longe: “As condições em que os animais são exibidos e vendidos violam as disposições de bem-estar animal legalmente previstas, designadamente as normas gerais aplicáveis à detenção, alojamento e venda presentes no Decreto-Lei n.º 276/2001, de 17 de outubro, na sua redação atual”.

Contactado pelo jornal “Público“, Miguel Anjos, gestor da organização do PET Festival, disse que antes do evento começar todas as espécies foram registadas e que o festival tem todas as autorizações em dia para funcionar.

O PAN não se conformou e pediu uma ação de fiscalização urgente à Câmara Municipal de Lisboa.

Fonte: NIT / mantida a grafia lusitana original


Nota do Olhar Animal: O mercado de animais “para estimar” mostra a sua cara ao oferecer os animais embalados, uma manifestação clara da objetificação dos bichos. Mas a venda em si é um problema, independente da forma como os animais são tratados. Ela, mais do que qualquer outra coisa, expressa a desconsideração moral pela vida de seres sencientes.

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.