Suecia bebe elefante neve H

Este bebê elefante pode parecer uma graça brincando na neve… mas aí não é o lugar dele

Por Aisling Maria Cronin / Tradução de Alice Wehrle Gomide

Não é nenhum segredo que nós amamos fotos e vídeos adoráveis de bebês elefantes, mas uma fotografia postada pelo usuário do Imgur KottheTheHalfling nos deixou mais do que tristes.  A foto, que foi tirada no Kolmården Wildlife Park perto de Estocolmo, na Suécia, mostra um jovem elefante asiático aparentemente “disfrutando” seu momento na neve.

Entretanto, o fato é que os elefantes asiáticos não estão preparados para uma vida em um clima gelado.

Suecia bebe elefante neve

Infelizmente, elefantes cativos são privados dos laços familiares que são tão indissociáveis de sua existência na natureza. Elefantes selvagens vivem em manadas matriarcais, lideradas pela fêmea mais velha e experiente do grupo. A manada – que pode chegar até cerca de 100 indivíduos – geralmente consiste na matriarca, suas filhas adultas, e os filhotes destas. A filha mais velha da matriarca usualmente irá tomar o lugar quando sua mãe morrer. Os machos adultos tendem a viver em grupos “solteiros” separados. Devido aos seus fortes laços e relacionamentos, os elefantes são criaturas extremamente inteligentes, sensíveis e emocionais, que frequentemente já foram vistos de luto pela morte de um amigo ou membro da família.

Elefantes selvagens também andam até 80km por dia, o que ajuda a manter seu peso, fortalece seus ossos e articulações e promove um fluxo sanguíneo saudável. Os elefantes mantidos em zoológicos, circos, ou outras instalações de cativeiro repetidamente já foram vistos tendo atitudes anormais e repetitivas como balançar de um lado para outro, balançar a cabeça e até mesmo automutilação. Estes comportamentos são conhecidos como comportamentos estereótipos. Eles são raramente, se nunca, vistos em animais selvagens e acredita-se que são manifestações externas da aflição emocional e mental de um animal cativo.

O bebê elefante nesta foto – que é naturalmente adaptado para uma vida no clima quente da Ásia – foi forçado a viver em um ambiente que realmente não satisfaz suas necessidades. Isto é algo que só pode causar tristeza no coração de um amante dos animais… não importa quão adorável ele possa parecer com neve no seu nariz, ou quão bem intencionados seus cuidadores possam ser.

Fonte: One Green Planet

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.