Este é o vídeo mais emocionante que vai ver hoje sobre o salvamento de uma tartaruga

Este é o vídeo mais emocionante que vai ver hoje sobre o salvamento de uma tartaruga
Tartarugas entre os répteis mais antigos.

As tartarugas estão entre os exóticos que cada vez mais entram nas casas dos portugueses como animais de estimação. Tal como com qualquer espécie do reino animal, há muito a aprender com elas.

Elas podem dar-nos grandes lições sobre trabalho de equipa, companheirismo e entreajuda. Um exemplo disso está num vídeo amplamente partilhado na Internet e que mostra como todas se unem para ajudar uma amiga em perigo.

Quando uma tartaruga, por algum desnível no solo ou por qualquer outro motivo, fica virada ao contrário, acabará por morrer se não for ajudada. Se ela ficar nessa posição, numa superfície lisa, como numa praia, não vai conseguir virar-se sozinha. Se não for socorrida, pode morrer ao fim de 20 dias.

Por isso, se vir uma tartaruga de barriga para cima, não pense que ela está a divertir-se. Ajude-a, virando-a e deixando-a ver de novo o mundo no ângulo que para ela é normal.

Foi precisamente isso que aconteceu a uma tartaruga, num pequeno lago. O momento foi registado em vídeo e aquilo que se observa é tocante. As restantes tartarugas, ao aperceberem-se do sucedido e da aflição da companheira, não têm dúvidas e são rápidas a agir. Começam todas a dirigir-se para a tartaruga em apuros e, juntas, num verdadeiro trabalho de equipa, conseguem virá-la.

Uma lição sobre companheirismo, compaixão e amor. E mais uma prova de que, em cooperação, o aparentemente inalcançável torna-se possível. Ou, melhor dizendo, a união faz a força.

Sabia que é a 23 de maio que se comemora o Dia Mundial da Tartaruga? Das 15 espécies existentes no Jardim Zoológico de Lisboa, sete estão em perigo de extinção e há que repensarmos os nossos atos diários para contribuirmos para a conservação destes animais. Os plásticos nos oceanos e a captura para consumo ou venda estão entre algumas das ameaças a que estão sujeitas.

Tartarugas entre os répteis mais antigos.

Por Alexandra Ferreira

Fonte: Pets in Town / mantida a grafia lusitana original

Nove razões para não visitar zoológicos

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.