Este homem estava em busca de uma carreira policial… aí desistiu de tudo para ajudar animais

Este homem estava em busca de uma carreira policial… aí desistiu de tudo para ajudar animais

Por Veronica Chavez / Tradução de Carla Lorenzatti Venturini

Longe de áreas rurais e de uma ideia apurada sobre os animais que vivem nelas, pessoas comuns podem achar muito difícil ter empatia por vacas, galinhas e porcos. Apenas com a mídia para nos guiar, é muito fácil para as pessoas começarem a acreditar que vacas não têm sentimentos, porcos são sujos e galinhas são aves estúpidas e inúteis. Nenhuma dessas coisas é verdade. Porém, consumidos pelos nossos próprios objetivos individualistas, muitos de nós podem passar a vida sem saber de verdade como esses animais são e quão importantes são suas vidas. O único modo de nós aprendermos sobre esses animais e sermos capazes de ter empatia por eles é lhes ajudando.

Em Ohio, Mike Cogliano era um típico e motivado trabalhador americano – ele tinha emprego, casa e grandes sonhos para um futuro brilhante. Ele estava trabalhando no sistema judiciário de Ohio e tinha grandes esperanças de um dia entrar para a polícia e ajudar a fazer justiça na sua comunidade. Porém, em algum momento, Cogliano percebeu que a carreira jurídica não era o caminho que ele realmente queria seguir e foi recomeçar em Utah. Amante dos animais desde sempre, Cogliano decidiu se voluntariar na Best Friends Animal Society (Sociedade Animal dos Melhores Amigos) e ajudar cães necessitados.

O que Cogliano não havia percebido era que esses cães iriam mudar a vida dele tanto quanto ele mudou a deles. Após ver as complexas e fascinantes vidas desses cães, ele percebeu que, por mais que a mídia quisesse que ele acreditasse no contrário, vacas, porcos e galinhas também eram incrivelmente únicos. Primeiro, ele se tornou vegetariano, então vegano, e começou a trabalhar no Farm Sanctuary.

Cogliano começou a trabalhar no Farm Sanctuary em 2008 como cuidador. O trabalho perfeito para aprender verdadeiramente sobre as personalidades desses animais.

EUA Ohio desistiu tudo ajudar animais

Não demorou muito até que Cogliano visse que esses animais podem parecer um pouco diferentes de cães e gatos, mas eles são tão animados e brincalhões quanto.

EUA Ohio desistiu tudo ajudar animais2

Eles amam abraçar e acariciar tanto quanto outros animais e, apesar do trauma que passaram antes de chegar ao santuário, eles ainda são incrivelmente afetuosos!

EUA Ohio desistiu tudo ajudar animais3

Os animais se sentem tão confortáveis com ele agora, que até ficam parados para uma selfie!

EUA Ohio desistiu tudo ajudar animais4

Porém, não são só brincadeiras e carinhos. Cogliano também administra cuidados para salvar vidas, como essas galinhas que caíram de um caminhão antes de chegar ao santuário.

EUA Ohio desistiu tudo ajudar animais5

“A minha vida é definitivamente diferente da que eu havia planejado,” diz Mike. “Ser vegano e testemunhar todos os dias o impacto que o veganismo tem em todos esses animais é uma coisa maravilhosa.”

Mike é uma verdadeira inspiração! A sua jornada é um testemunho de tudo de bom que pode acontecer quando nós olhamos para além de nós mesmos e levamos compaixão não somente para os outros humanos, mas para todos os seres, independentemente da espécie. É claro, até mesmo o maior dos amantes dos animais nem sempre pode abandonar sua carreira e começar a busca pela vida em um santuário animal, mas todos nós podemos escolher abrir nossos corações para as dificuldades que os animais de criação passam e tentar ver a vida do ponto de vista deles. Toda pessoa que é capaz de deixar para trás todas as mentiras que nós ouvimos sobre animais de criação e de vê-los como “alguém” e não como “o que” está um passo mais próximo de um mundo mais pacífico e amável.

Fonte: One Green Planet

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.