EUA empresa farmaceutica multa

EUA impõem a uma empresa farmacêutica a multa mais alta de todos os tempos por maus-tratos a animais

A multa chega a 3,5 milhões de dólares e ainda que a empresa não admita nenhum delito, perderá sua licença para comprar, vender ou utilizar cabras e coelhos em suas pesquisas.

Tradução de Nelson Paim

O departamento de agricultura dos Estados Unidos (USDA) vai impor uma multa recorde contra a empresa farmacêutica Santa Cruz de Biotecnologia, especializada em produção de anticorpos monoclonais e que já enfrenta vários processos relacionados com o bem-estar dos animais que utiliza em seus experimentos.

A multa passa de 3,5 milhões de dólares e mesmo que a empresa não admita nenhum delito, perderá sua licença para comprar, vender ou utilizar cabras e coelhos em suas pesquisas na produção de anticorpos. No entanto, poderá seguir utilizando ratos e galinhas.

Trata-se da multa mais alta de todos os tempos imposta pela USDA. Outra multa deste tipo, aplicada pelo mesmo motivo, foi imposta em 2011 à companhia Feld Entertainment, gestora do circo Ringling Brothers, que pagou 270 mil dólares.

Sem dúvida, o caminho que têm seguido as pesquisas que utilizam animais tem se mostrado descendente nos últimos anos. Por exemplo, na União Europeia o número total de animais utilizados para experimentos ou outros fins científicos se sitiou abaixo de 11,5 milhões em 2011, o que faz supor uma redução de mais de meio milhão de animais com relação a 2008, segundo o último informativo da Comissão Europeia.

Igual aos outros anos, os roedores e coelhos representaram 80% do total. A espécie mais utilizada foram os porcos da índia (61%) seguidos pelos ratos (14%).

Na Espanha está se seguindo um caminho similar, em 2013 se utilizou mais de 920 mil animais, onde mais da metade (663.062) eram porcos da índia, seguidos pelos ratos (104.949).

Fonte: ABC Sociedad

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.