Ex-cão de rua vira astro de ação para ajudar animais fora dos padrões

Ex-cão de rua vira astro de ação para ajudar animais fora dos padrões

Campanha com Darci quer transformar bichos em ‘celebridades’ em SC. Objetivo de projeto é estimular a adoção de cães e gatos estigmatizados. 

SC floripa campanhaEles podem ter uma cor “fora de moda” ou uma doença não-transmissível. Podem ser velhinhos ou ter uma patinha amputada. Se para cães e gatos saudáveis e bonitos muitas vezes é difícil conseguir um dono, para os chamados “animais estigmatizados” é ainda mais complicado se livrar do abandono, como mostrou o Jornal do Almoço deste sábado (25).

Para conscientizar as pessoas sobre essa causa, um projeto colaborativo está desenvolvendo uma série de ações com o cão Darci, um vira-lata que também passou pela rejeição e hoje virou uma espécie de “celebridade” em Florianópolis. Alegre, saltitante e com muitos seguidores, Darci, de 4 anos, também viveu uma realidade de abandono.

“Ele estava com o fêmur quebrado, fiz tudo o que se pdoe fazer por um cachorro: raio-x, vacina, antiparasita, comida boa, coloquei uma casinha para ele na rua. Um dia Darci foi atropelado novamente”. Mariana diz que não aguentou e adotou Darci e seu amigo Ganiza, que ninguém também queria.

A ideia do projeto é apresentar cinco cães e uma família de gatos também como ‘celebridades’, através de pôsteres colecionáveis e outros artigos promocionais. Assim que forem adotados, eles darão espaço a outros animais abandonados. Segundo Mariana  “pouca gente tem consciência sobre o problema de abandono de animais e, menos ainda, sobre aqueles mais necessitados”.

O projeto, batizado de Solidário Reino do Darci (SRD), será lançado oficialmente no próximo sábado (1) na sede da S7 Coworking, que também participa da ação. Das 12 às 19 horas haverá atividades simultâneas, como vernissage, leilão de pôsteres e uma “tarde com o Darci”, que estará à disposição para fotos, lambidas – e também para receber os parabéns, já que será o dia de seu aniversário.

“O sonho é que a gente consiga dar escala para o projeto e que todo mundo queira se aglutinar à causa”, diz outro organizador, Marcelo Neto.

O endereço é Rua Rafael Bandeira, 328, Centro de Florianópolis. Toda a renda será revertida para o projeto.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.