Falta de seringas e agulhas adia vacinação antirrábica no Piauí

Falta de seringas e agulhas adia vacinação antirrábica no Piauí
Cães e gatos devem ser vacinados (Foto: Divulgação Macaé)

A etapa urbana da campanha de vacinação contra a raiva que estava programada para acontecer amanhã (19) foi adiada em todo o estado do Piauí. A informação foi confirmada pela Secretaria de Saúde do Estado do Piauí (Sesapi). A mudança se deve ao fato da empresa responsável pelo fornecimento dos insumos básicos como seringas e agulhas, não ter entregue em tempo hábil, inviabilizando, assim, a vacinação.

De acordo com Oriana Bezerra, gerente de Zoonoses de Teresina, há uma previsão para que a vacinação ocorra no dia 03 de dezembro. De acordo com a Fundação Municipal de Saúde, todas as doses já estão organizadas.

“Aqui em Teresina já estamos com as doses das vacinas disponíveis e organizadas, no entanto, necessitamos dos insumos que são disponibilizados pela Sesapi para a execução da campanha. Já temos a previsão que ocorra no dia 03 de dezembro, mas estamos esperando a confirmação do estado quanto à entrega dos insumos pela empresa”, explica a gerente.

A meta em Teresina é imunizar mais de 140 mil cães e gatos contra a raiva, uma doença aguda do sistema nervoso central, que pode acometer todos os mamíferos e a única forma de prevenção é a vacinação dos animais domésticos, principais transmissores da doença.

Teresina não registra casos de raiva em seres humanos desde o ano de 1986. Já o último caso em animais aconteceu em 2011, com um cão que foi infectado no interior do estado.

Previsão para dezembro

De acordo com o diretor da Unidade de Vigilância e Atenção à Saúde da Sesapi, Herlon Guimarães, houve um problema técnico de produção na fábrica, que atinge todo o país. “Tivemos um problema no recebimento desses insumos, seringas e agulhas, por conta da matéria-prima, e dificuldade na distribuição. Ainda não temos prazo de fornecimento”, esclarece.

A previsão é que até dezembro os municípios recebem os insumos e possam realizar regularmente a campanha. Pelo calendário nacional de vacinação orientado pelo Ministério da Saúde, as campanhas devem ser realizadas com período mínimo de seis meses.

Ao todo, foram adquiridas 800 mil agulhas e seringas para distribuição em todo Piauí, sendo que as 780 mil doses de vacinas já foram distribuídas.

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.