Família é contaminada com doença rara após comer carne de urso

Família é contaminada com doença rara após comer carne de urso
Família comeu carne de urso. Pexels - Imagens ilustrativa

Seis pessoas da mesma família foram diagnosticadas com triquinelose após comer carne de urso nos Estados Unidos, informou o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC).

Segundo o Embrapa, a triquinelose é uma zoonose causada por parasita do gênero Trichinella. Animais silvestres são os principais alvos dos parasitas, e humanos se infectam ao ingerir carne contaminada crua ou mal cozida.

O caso ocorreu em julho de 2022, quando um paciente de 29 anos foi hospitalizado com suspeita da doença em Minnesota. Ele estava com febre, fortes dores musculares, edema periorbital ou inchaço ocular e eosinofilia, que é o nível elevado de eosinófilos no sangue. A informação é do The Guardian.

O relatório que comprovava o diagnóstico da doença foi divulgado nesta semana. Antes de ser internado, o paciente e outras oito pessoas comeram carne de urso preto congelada por 45 dias. Ela foi servida mal passada e com vegetais cozidos.

Duas das seis pessoas contaminadas comeram apenas vegetais. Testes moleculares descobriram que as larvas foram congeladas durante mais de 15 semanas e eram resistentes ao congelamento. Os familiares alegaram que ingeriram a carne mal passada porque ela tinha cor escura e era difícil verificar o nível de cozimento.

Depois de comer o pedaço de carne e perceber que estava mal passada, a família voltou a carne para a panela para cozinhar novamente. Duas pessoas precisaram de atendimento médico duas vezes. Todos os pacientes receberam tratamento com albendazol, um medicamento para tratamento de infecções parasitárias causadas por vermes. Todas as pessoas se recuperaram bem.

Por Maria Fernanda Ramos

Fonte: Itatiaia


Nota do Olhar Animal: As pessoas ignoram (ou preferem ignorar) que o consumo de bois, porcos, frangos, etc. também causa danos à saúde, malefícios estes ocultados pela indústria com a conivência de muitos profissionais da área de saúde e do Poder Público. Mas lamentável é que a maioria das pessoas só se preocupe com os problemas causados a si próprias e desconsidere os danos causados aos animais.