Fazendeiro é multado em R$ 33 mil por manter aves em cativeiro em Iguape, SP

Fazendeiro é multado em R$ 33 mil por manter aves em cativeiro em Iguape, SP
Aves foram localizadas em fazenda em Iguape, SP — Foto: Divulgação/Polícia Militar Ambiental

Um fazendeiro foi multado em R$ 33 mil por manter sete aves em cativeiro de maneira irregular em Iguape, no litoral de São Paulo, informou a Polícia Militar Ambiental nesta quarta-feira (28). O homem foi levado à delegacia e responderá por crime ambiental em liberdade.

O flagrante ocorreu em uma fazenda às margens da rodovia Prefeito Casemiro Teixeira, no bairro Irimim, após denúncias. Os policiais entraram na propriedade após o fazendeiro permitir e localizaram gaiolas e as aves divididas por duas residências próximas.

Foram localizados e apreendidos três coleirinhos papa capim (Sporophila caerulescens), um canário da terra (Sicallis flaveola), um curió (Orizoburus angolensis), um bicudo (Oryzoborus maximiliani) e um periquito rico (Brotogeris tirica).

Somente uma das aves estava anilhada, com identificação de procedência. As demais não possuíam qualquer identificação ou informação sobre a real procedência. Por isso, todo os animais foram apreendidos e recolhidos para posterior soltura à natureza.

O homem, que não teve o nome informado, foi encaminhado para a Delegacia da Polícia Civil, onde prestou depoimento e foi liberado após assinar um termo circunstanciado. Além da multa aplicada pelos policiais, ele vai responder ao crime ambiental.

Periquito Rico está entre as aves localizadas na propriedade em Iguape, SP — Foto: Divulgação/Polícia Militar Ambiental
Periquito Rico está entre as aves localizadas na propriedade em Iguape, SP — Foto: Divulgação/Polícia Militar Ambiental

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.