Festival de carne canina: ativistas salvam 68 cães, mas 15 mil serão consumidos

Festival de carne canina: ativistas salvam 68 cães, mas 15 mil serão consumidos

Ativistas chineses conseguiram salvar 68 cães de serem abatidos para fazerem parte do menu no festival anual “Yulin Dog Meat”. Os cães estavam a ser transportados num camião dentro de gaiolas.

Foi tão frustrante ver camiões de cães a chegarem a Yulin. As autoridades deviam estar a confiscar os cães, mas não estão. Por isso, decidimos salvar alguns cães”, disse a ativista Liang Lia.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por The Vanderpump Dog Foundation (@vanderpumpdogs)

De acordo com a Humane Society International (HSI), os cães foram salvos fora da cidade de Yulin, na região autónoma de Guangxi. Alguns cães ofereceram a pata aos ativistas, um comportamento que os fez desconfiar que seriam animais de estimação roubados.

Os cães ofereceram-nos a pata tal como um animal de estimação e tinham dentes saudáveis, o que significa que alguém estava a tomar conta deles antes de serem roubados”.

Os cães resgatados receberam cuidados veterinários e foram transferidos para um abrigo apoiado pela Humane Society International. Peter Li, especialista em política da Humane Society International, enalteceu a coragem dos ativistas.

Estes ativistas opõem-se fortemente ao comércio de carne de cão e de gato e estão preparados para tomar medidas para ver o seu fim em lugares como a Yulin”, afirmou o Dr. Peter Li.

O festival “Yulin Dog Meat” é uma celebração anual, onde os frequentadores do evento comem carne de cão durante dez dias. Estima-se que sejam consumidos entre 10 mil a 15 mil cães. 

Fonte: TVI 24 / mantida a grafia lusitana original 

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.