Filhote de anta achado com 40% do corpo queimado após incêndio volta a comer sozinho

Filhote de anta achado com 40% do corpo queimado após incêndio volta a comer sozinho
Filhote de anta achado com 40% do corpo queimado após incêndio volta a comer sozinho, em Goiás. Foto: Divulgação/Instituto Ayumi Aventureira

O filhote de anta achado com 40% do corpo queimado voltou a comer sozinho, após um incêndio no Parque Nacional das Emas. De acordo com o biólogo Airton Katsuyama, o quadro clínico do animal ainda é delicado, mas ele está evoluindo bem e voltando a enxergar e a andar aos poucos.

“Só dele ter ficado vivo esse tempo todo já é uma vitória, a probabilidade de recuperação dele era pequena”, comemora o profissional.

O bicho foi encontrado por um trabalhador rural na manhã da última quarta-feira (14), na região conhecida como Morro Vermelho, cerca de 20 km da área destruída pelo fogo. Em seguida, ele foi levado para o Instituto Ayumi Aventureira, em Mineiros, na região sudoeste de Goiás, onde recebe os cuidados necessários.

VÍDEO: filhote de anta resgatado se recupera após queimaduras, em Mineiros 

O biólogo explica que oito profissionais atuam no tratamento do filhote, que tem o estado de saúde considerado instável. Ele conta que por causa do fogo, o animal também tem problemas nos tratos respiratórios e intestinais, que podem causar um colapso e resultar em morte.

“Ele está alimentando razoavelmente bem, como se movimenta demais, não tem como fazer aplicação de soro intravenoso, fazemos via oral uma solução de leite de cabra como soro. O tratamento está sendo respondido, o curativo está cicatrizando e os ferimentos secando. Está ficando bom, mas existem estes empecilhos”, pondera o biólogo.

Sobre a visão do animal, o profissional narra que o tratamento é crucial para a recuperação parcial das funções.

“Ele está cego por conta da queimadura, estamos fazendo um tratamento pesado nos olhos para que ele não perca a visão. De hora em hora, são aplicados colírios e ele está sendo monitorado 24 horas por dia”, menciona Airton.

Caso o tratamento continue evoluindo bem, o biólogo relata que o animal poderá ser devolvido à uma área de mata.

Olhos de filhote de anta foram queimados em incêndio em Goiás. Foto: Divulgação/Instituto Ayumi Aventureira
Olhos de filhote de anta foram queimados em incêndio em Goiás. Foto: Divulgação/Instituto Ayumi Aventureira
Apesar dos ferimentos, tratamento de filhote de anta que teve o corpo queimado avança, em Goiás. Foto: Divulgação/Instituto Ayumi Aventureira
Apesar dos ferimentos, tratamento de filhote de anta que teve o corpo queimado avança, em Goiás. Foto: Divulgação/Instituto Ayumi Aventureira

Por Michel Gomes, G1 GO

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.