Filhote de morcego ferida se derrete toda com carinho de cuidadora

Filhote de morcego ferida se derrete toda com carinho de cuidadora
Fotos: Reprodução/YouTube

Parece que os morcegos foram inseridos oficialmente na lista de animais fofinhos!

Um vídeo compartilhado pelo canal Mega Battie no YouTube mostra uma dócil filhote da espécie Pteropus alecto, popularmente chamada de raposa-voadora, recebendo um cafuné de sua cuidadora, a australiana Mandi Griffith.

Batizada de Jeddah, ela foi resgatada ferida pela ONG Sydney Wildlife.

“Ela gosta de ser agradada e acariciada. Olha só para esse rostinho feliz”, escreveu Mandi na descrição do vídeo do YouTube.

“Normalmente, meus vídeos são bastante curtos quando os animais demonstram um comportamento único, mas [nesse caso não]. A felicidade dela ao ser acariciada continuava cada vez mais explícita e eu simplesmente não conseguia parar de acariciá-la”, relata a cuidadora.

Mandi conta que sua parte preferida no vídeo foi o ruído “peculiar” que a filhote faz enquanto recebe o cafuné.

Olha só:

Aposto que agora você não tem mais tanto medo dos morcegos, né? Ela é muito fofa! Tão fofa quanto outros filhotinhos de morcegos que você pode conferir aqui.

Voltando pra Jeddah, ela deve ficar um bom tempo no santuário da Sydney Wildlife para se recuperar de seus ferimentos. “Ela só quer atenção no momento”, resume Mandi.

Morcego encontrado apenas na Oceania

Os morcegos da espécie Pteropus alecto são encontrados exclusivamente na Oceania, especialmente no litoral norte da Austrália, Papua Nova Guiné e Indonésia.

Felizmente, eles não são considerados uma espécie ameaçada de extinção.

Sua dieta é herbívora, rica em frutas, pólen e néctar de eucaliptos nativos. Adoram comer mangas e maçãs!

[Uma reserva ambiental no Amapá corre o risco de fechar as portas por falta de recursos. Criamos uma vaquinha na VOAA para impedir que isso aconteça. Clique aqui e contribua.]

Por Gabriel Pietro

Fonte: Razões para Acreditar

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.