Filhote que foi enterrado vivo é resgatado e, agora, procura um lar, em Bauru, SP

Filhote que foi enterrado vivo é resgatado e, agora, procura um lar, em Bauru, SP

Revolta, tristeza, alívio e esperança. Esses são alguns dos sentimentos que fazem parte da rotina de um grupo de pessoas que busca, há 15 dias, um lar definitivo para um filhote vira-lata que foi resgatado após ter sido enterrado em Bauru.

De acordo com o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) do município, o cãozinho, que foi batizado de Tatu justamente por ter sido resgatado debaixo da terra, foi encontrado por duas crianças em um terreno baldio, no dia 26 de outubro, na Vila Alto Paraíso.

Tatu foi resgatado há cerca de 15 dias na Vila Alto Paraíso

Segundo Valéria Medina Camprigher, chefe da Seção de Controle de Zoonoses, Tatu estava enterrado, com apenas a cabeça de fora. “Ele é um sobrevivente. O Tatu estava bastante machucado e foi diagnosticado, após o resgate, com uma infecção, que já foi curada. Ele está com as feridas cicatrizadas e, logo, os pelos começam a crescer novamente”, comenta.

De acordo com ela, é difícil saber quem foi o responsável pelos maus-tratos. Na época, as pessoas que o encontraram acabaram não registrando boletim de ocorrência e só acionaram o CCZ. “Ele está, agora, em um lar temporário, aguardando uma família definitiva. Além do Tatu, temos, hoje, no CCZ, aproximadamente 80 animais, entre cães e gatos, a espera de um lar”, ressalta.

ADOÇÃO

As adoções responsáveis, tanto do Tatu quando dos demais cães e gatos, podem ser feitas diretamente no CCZ, que fica na rua Henrique Hunzicker, quadra 1, no Jardim Bom Samaritano, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. É obrigatório apresentar CPF, RG e comprovante de residência.

Por Bruno Freitas 

Fonte: JC

 

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.