Filhotes de cachorro são salvos por coletores de dentro de travesseiro costurado no litoral de SP; VÍDEO

Filhotes de cachorro são salvos por coletores de dentro de travesseiro costurado no litoral de SP; VÍDEO
Filhotes resgatados aguardam uma família para serem adotados em São Vicente, SP — Foto: Daniele Eugenio/Arquivo Pessoal

Coletores de lixo salvaram quatro filhotes de cachorro recém-nascidos de dentro de um travesseiro costurado, em São Vicente, no litoral paulista. Segundo apurado pelo G1, os profissionais perceberam algo se mexendo dentro do objeto e decidiram abri-lo para ver o que era.

Os coletores passavam pela Rua Ofélia Chaves de Meireles, no bairro Jóquei Clube, por volta das 7h30 desta quarta-feira (24), quando pegaram um travesseiro que estava em uma lixeira para ser descartado. Eles sentiram alguma coisa se mexendo dentro da peça e decidiram abrir.

Em um vídeo obtido pelo G1, é possível observar os filhotes sendo resgatados do lixo pelos profissionais.

O coletor Douglas Carvalho Pereira, de 25 anos, descreveu o momento. “A gente pegou o travesseiro, e eu ouvi um chorinho e algo se mexendo. Abrimos e encontramos um filhote, e foram aparecendo os outros depois. Eles estavam com cordão umbilical ainda, a orelhinha fechada, olhos também. Tinham acabado de nascer”, conta.

Emanuel Santos de Souza, de 31 anos, coletor que também ajudou no resgate, não entende como as pessoas podem fazer mal a animais tão indefesos. “Não sei para que fazer isso, se não quer, leva para doação. Tem um monte de gente que quer, não precisa fazer uma coisa dessas, deixar os animais no lixo, não fazem mal para ninguém”, afirma.

A confeiteira Daniele Eugenio, moradora da rua onde os coletores encontraram os filhotes, ficou com os animais para prestar os primeiros cuidados e encontrar uma família para eles. “Eles tinham acabado de pegar o lixo daqui, quando, na esquina, encontraram os cachorrinhos e nos chamaram. Nós pegamos os quatro filhotinhos e ligamos para um veterinário para saber como alimentar eles. Dois já conseguimos doar. Infelizmente, não temos como ficar com eles, porque não temos quintal”, afirma.

Jurandir Xavier Filho, encarregado da limpeza urbana de São Vicente, explica que a empresa Terracom tem protocolos para quando os coletores encontram essas situações. Eles têm que avisar os supervisores, que vão até o local e acionam a prefeitura, para que chame a zoonoses. Neste caso, não foi necessário, por conta dos moradores, que já se prontificaram a ajudar e resgatar os animais.

A veterinária Tatiana Ariki explica que, quando filhotes recém-nascidos são encontrados sem a mãe, a primeira coisa a fazer é mantê-los aquecidos. “O ideal é forrar uma caixinha, com cobertor, jornal, manter eles bem aquecidos. Evitar mantê-los em ambientes muitos claros, porque os olhos estão bem sensíveis e demoram duas semanas para abrirem. Não deixá-los em piso frio, em hipótese alguma. Isso ajuda bastante o recém nascido”, afirma.

De acordo com a veterinária, quando são muito pequenos, o ideal é dar uma mamada a cada duas horas, por meio de uma seringa, e a dose depende do tamanho e idade do pet. Os substitutos do leite materno são encontrados em pet shops e podem ser servidos em temperatura morna. Normalmente, a mãe faz estimulação nos filhotes para fazerem urina e fezes, então, o ideal é passar algodão molhado duas vezes ao dia nas partes íntimas para estimulá-los.

Filhotes foram encontrados no lixo por coletores em São Vicente, SP — Foto: Daniele Eugenio/Arquivo Pessoal

Por Rafael Peixoto

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.