Filme exibe recuperação de tucano que perdeu quase todo o bico maus-tratos

Filme exibe recuperação de tucano que perdeu quase todo o bico maus-tratos

“O amor por todas as criaturas vivas é o mais nobre dos atributos humanos”. É com essa reflexão de Charles Darwin que inicia o especial inédito “Vítima do homem: o tucano sem bico”, dirigido pela vencedora do Emmy, Paula Heredia. O filme de uma hora de duração – que estreia hoje, às 22h10, na faixa de programação “Discovery Documenta”, do canal pago Discovery – conta a história de Grecia, um tucano vítima de maus-tratos que se transformou em símbolo internacional na luta pela preservação e contra os maus-tratos a animais.

A história de Grecia veio a público em 2015, quando a ave foi levada ao ZooAve, um centro de resgate e reabilitação animal costa-riquenho e maior santuário de espécies selvagens de toda a América Latina. O tucano chegou ao local depois de perder quase toda a parte superior de seu bico como resultado de um ataque perpetrado por um grupo de adolescentes na pequena cidade de Cataluña.

“Vítima do homem: o tucano sem bico” acompanha a complexa recuperação de Grecia, que teve de aprender a comer novamente, e revela como a tecnologia de impressão 3D foi capaz de, junto ao conhecimento de designers, dentistas e especialistas em nanotecnologia, devolver a função do bico com uma prótese desenhada e produzida especialmente para a ave.

Grecia vivia entre as árvores de Cataluña por cerca de três anos quando a violência ocorreu. Logo o tucano ganharia a atenção da imprensa, das redes sociais, e comoveria o mundo todo. Vítima de atitude atroz, a ave uniu a população à associações de protetores de animais em uma mobilização popular massiva por mudanças na legislação e maior rigorosidade na punição à pessoas que maltratam animais.

As câmeras ouvem alguns dos agentes que trabalham para que o movimento iniciado com Grecia prossiga: são ativistas, veterinários e membros de organizações que se debruçam sobre a questão da proteção animal em busca de soluções jurídicas que ultrapassem as fronteiras da Costa Rica. Entre as fontes ouvidas pelo documentário estão a ornitóloga Ghisselle Alvarado, além de membros das equipes de cuidadores da ZooAve que receberam Grecia e ajudaram em sua recuperação.

O especial mostra que estar em sintonia com o meio ambiente é questão de sobrevivência, também para os humanos.

Fonte: Em Tempo

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.