Fim da Nazaré Tedesco de pet: macaco Chico, visto ‘sequestrando’ filhotes de gato e cachorro, é capturado no Piauí

Fim da Nazaré Tedesco de pet: macaco Chico, visto ‘sequestrando’ filhotes de gato e cachorro, é capturado no Piauí
Macaco é visto 'sequestrando' filhotes de gato e cachorro no Piauí — Foto: Reprodução

O macaco Chico foi capturado na tarde dessa quinta-feira (21) pela Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos de Picos (SEMAM) e pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) no município de Picos, sul do Piauí.

Em um vídeo que viralizou nas redes sociais, o animal é flagrado carregando filhotes de gato e cachorro para cima das árvores. Em outro vídeo, o macaco aparece pegando carona em dois cachorros para ‘sequestrar’ um filhote de gato. A situação acontece há pelo menos dois anos na região, conforme os moradores.

VÍDEO: Macaco é flagrado ‘sequestrando’ animais no interior do Piauí

Em nota, a secretaria informou que o macaco foi capturado para garantir a proteção da população, já que o animal é silvestre e pode atacar pessoas e outros animais, ocasionando contaminações graves e problemas de saúde pública.

“O animal vinha apresentando comportamento de sociabilidade entre os moradores da região, contudo isso é perigoso, uma vez que, se sentindo acuado, pode atacar pessoas e outros animais, ocasionando contaminações graves e problemas de saúde pública”, declarou a secretaria.

O animal foi encaminhado para o Centro de Triagem de Animais Silvestres (CETAS), onde será avaliado. Chico passou por processo de domesticação e, posteriormente, de abandono, o que faz com que o trabalho de triagem e possível reabilitação seja feito por especialistas em local adequado.

Ainda conforme a secretaria, a captura de animais silvestres causa sofrimento a eles e desequilíbrio ambiental, além de ser crime.

“Encarar situações como esta como entretenimento agrava ainda mais a situação, fazendo com que as pessoas não percebam a gravidade de alterar, e degradar o nosso ecossistema, retirando os animais silvestres do seu ambiente natural. Tratar a situação com humor pode gerar a sensação de naturalidade, camuflando o crime ambiental e fazendo com que o ciclo de captura e maus-tratos se perpetue”, comunicou o órgão.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.