Fiscalização combate a caça de pombos em estação ecológica no Ceará

Fiscalização combate a caça de pombos em estação ecológica no Ceará

Ação do Instituto Chico Mendes resultou na prisão de quatro caçadores e apreensão de 158 avoantes em fase de procriação. 

CE avoante download

Fiscais do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) combateram a ação ilegal de caçadores na Estação Ecológica de Aiuaba, Ceará. A Unidade de Conservação (UC) fica nos sertões dos Inhamuns, região considerada como a maior reserva do bioma caatinga do Nordeste brasileiro. A ação resultou na prisão de quatro caçadores e apreensão de 158 pombos.

A fase de procriação das avoantes, espécie de pombo, teve início em maio e deve ir até o fim deste mês. “Nessa época, as aves viram alvos fáceis para os caçadores profissionais, que geralmente são das cidades de Campos Sales e Juzeiro do Norte, no Ceará, e Pio IX, no Piauí”, explicou o coordenador da unidade, Honório Miguel Arraes.

Arraes disse que nessa época do ano é comum que várias aves, de diversas localidades do Nordeste, se reúnam para formar pombais de reprodução no entorno da unidade. “Há quatro anos os pombos não migravam para a unidade. Agora, com o retorno delas, os caçadores foram atraídos”, disse.

A Estação Ecológica de Aiuaba, criada em 1978, possui uma área de 11,5 mil hectares. O combate à caça de avoantes é feito há mais de 25 anos em uma área de 5 km². A operação contou com o apoio de fiscais do Ibama, ICMBio e Polícia Militar Ambiental. Os presos, acusados de crime ambiental, foram condenados a pagar, cada um, o valor de R$ 19,5 mil.

Fonte: ICMBio / Portal Brasil

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.