Flagrado arrastando cachorrinha, homem vai parar na delegacia, em Dourados, MS

Flagrado arrastando cachorrinha, homem vai parar na delegacia, em Dourados, MS
As duas cachorras resgatadas pela Guarda e CCZ em Dourados. (Foto: Divulgação)

Homem de 67 anos foi parar na delegacia e vai responder por maus-tratos de animais domésticos depois de ser flagrado arrastando uma cachorrinha pela corrente. O caso ocorreu em Dourados, a 233 km de Campo Grande, MS.

Pedro Duarte Filho foi gravado por um dos vizinhos arrastando o animal na Via Parque, no bairro Vila Cachoeirinha, região sul da cidade. Com medo de represálias, o autor da denúncia não quis se identificar. O flagrante ocorreu na sexta-feira (29) e as imagens viralizaram em redes sociais no fim de semana.

Veja o vídeo:

 

No sábado de manhã, equipe ambiental da Guarda Municipal foi até a casa de Pedro e encontrou a cachorrinha que tinha sido arrastada, outra cachorra também de raça indefinida e um gato, todos com visíveis sinais de maus tratos.

Pedro tentou explicar porque estava arrastado o animal afirmando que tinha levado a cachorrinha para ser doada para uma moradora de outro bairro que ele havia conhecido naquele dia, mas a cachorra teria voltado para a casa dele à noite.

Os guardas foram até o endereço apontado por ele, mas o morador disse não conhecer Pedro Duarte, tampouco a pessoa para quem ele disse ter doado a cachorra. Em outra versão, Pedro disse que estava ensinando o animal a andar na corrente.

Segundo a ocorrência da Guarda, as duas cadelas e um gato também encontrado na casa estavam muito magros e não havia vestígio de alimento. Os guardas pediram então para o morador colocar ração para os cães e os gatos, que comeram rapidamente como se estivessem há dias se se alimentarem.

Em uma mata perto da casa de Pedro Duarte Filho, os guardas também encontraram um cavalo amarrado, sem água. Ele disse que levava o cavalo três vezes por dia para tomar água no córrego próximo ao local.

Funcionários do CCZ (Centro de Zoonoses) recolheram os dois cachorros e o gato. Pedro foi encaminhado para a Polícia Civil e depois de ouvido foi liberado. Ele vai responder por crime de maus tratos de animais.

A Guarda Municipal Ambiental foi criada no final de 2019. No ano passado, fez pelo menos dois mil procedimentos ambientais com o objetivo de preservação da flora e fauna de Dourados. Denúncia ambientais podem ser feitas pelos telefones 199 e 153, que funcionam 24 horas por dia.

Cavalo mantido amarrado em mata estava sem beber água. (Foto: Divulgação)

Por Helio de Freitas

Fonte: Campo Grande News

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.