Fogo destrói 675 hectares de santuário natural na Bahia e mata animais

Fogo destrói 675 hectares de santuário natural na Bahia e mata animais
Foto: Bombeiros Militares da Bahia

Um violento incêndio que lavra desde a passada sexta-feira provocou um enorme dano ao meio ambiente numa área de preservação ambiental no estado brasileiro da Bahia. Além de devastar uma grande área de mata nativa praticamente intocada, o fogo matou muitos animais e devastou a vegetação da nascente de vários rios.

De acordo com a Secretaria do Meio Ambiente de Rio de Contas, a cidade mais próxima ao sinistro, até esta segunda-feira as labaredas já tinham consumido 675 hectares do Parque Natural Pico das Almas. O parque fica na Área de Preservação Ambiental da Serra do Barbado, na região conhecida como Chapada Diamantina.

A área é uma das poucas ainda quase totalmente preservada da acção do homem, pela distância a que fica dos grandes centros urbanos brasileiros e pela dificuldade de locomoção na região.

Nesta segunda-feira à tarde, os poucos bombeiros e voluntários que trabalhavam árduamente no combate ao fogo, apesar das limitações de meios tinham conseguido circunscrever os focos de incêndio, e estavam a tentar debelar as labaredas de vez antes que uma mudança no tempo as fizesse aumentar de violência.

Por Domingos Grilo Serrinha

Fonte: Correio da Manhã 

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.