Frigorífico em Serrinha (BA) suspende abate de jegues após recomendação do MP

Frigorífico em Serrinha (BA) suspende abate de jegues após recomendação do MP

Uma recomendação expedida pelo Ministério Público estadual, nesta segunda-feira (11), motivou um frigorífico no município de Serrinha a suspender o abate de jegues, equídeos, mulas, jumentos e quaisquer outros animais do gênero. Segundo a promotora de Justiça Letícia Baird, a recomendação foi feita após a promotoria tomar conhecimento de um suposto abate ilegal de jegues que aconteceria nesta terça-feira (12) no estabelecimento, o que motivou a realização de diligência no local. ​ No documento, entre outras orientações, consta que o frigorífico deverá apresentar documentação que comprove autorização prévia do serviço de inspeção estadual e federal para abates destes animais; termo de cooperação técnica com cronograma de atividades aprovado pela Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia (ADAB), registro e atendimento às necessidades técnico-sanitárias prescritas no Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Dipoa).

De acordo com a promotora, a expedição da recomendação se deu considerando, entre outros aspectos legais, que “a matança ‘autorizada’ de jegues não é solução adequada e ética sob o viés normativo internacional e constitucional, sobretudo em se tratando de animais historicamente explorados, em situação de risco e maus-tratos”, salientou.

Fonte: Notícias de Santa Luz 

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.