Frio, geada e neve matam 14 mil animais em Arequipa, Peru

Frio, geada e neve matam 14 mil animais em Arequipa, Peru

Ao menos 14 mil animais morreram nos últimos dias em decorrência do frio intenso, da geada constante e a neve que caiu em vários municípios da província de Arequipa, no sul do Peru.

Autoridades da Defesa Civil e do Ministério da Saúde confirmaram nesta segunda-feira (04), que grande parte dos animais morreu por estar ao relento, não suportando o frio intenso, ou desenvolvimento doenças respiratórias.

Até mesmo as lhamas, animal símbolo da Cordilheira dos Andes, não resistiram ao frio de até -12°C e a geada que se repetiu por até 10 dias consecutivos.

O governo peruano informou os animais foram vistoriados pela Defesa Sanitária e recomendou que moradores não consumissem as carnes, o que não foi respeitado, na maioria das ocorrências. Para a população foram entregues mais de nove mil unidades com cobertores e roupas.

Devido ao frio intenso, escolas interromperam as aulas em várias cidades da província e de regiões andinas vizinhas acima de três mil metros de altitude.

Dados meteorológicos

Nesta segunda-feira (04), o frio mais intenso foi observado em municípios das províncias de Andahuayla e Puno, com temperatura mínima em aeroportos de -7°C em Andahuayla e -4°C em Juliaca, respectivamente.

Peru arequipa frio mata 14mil animais2

Fonte: De Olho No Tempo Meteorologia

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.