SP funcionaria mordida anta

Funcionária do Zoo Safári fica ferida e é operada após ser mordida por anta, em SP

Vítima teve braço quebrado e precisou passar por cirurgia. Equipe de veterinários vai investigar desvio de comportamento do animal.

Uma funcionária do Zoo Safári ficou ferida na manhã desta segunda-feira (2) após ser atacada por uma anta na unidade da Vila Moraes, na Zona Sul de São Paulo. A funcionária foi levada para um hospital da região com uma fratura no braço e precisou passar por uma cirurgia.

O Zoo Safári é um parque onde alguns animais ficam soltos e os visitantes podem fazer o passeio em veículo próprio ou em vans do parque. O visitante pode interagir com os animais, inclusive alimentar alguns deles, sem sair do veículo.

A funcionária, responsável pela manutenção do local onde vivem as antas, foi surpreendida com o animal correndo em sua direção. Durante tentativa de fuga, a mulher foi alcançada pelo animal que a mordeu. Em seguida, a funcionária caiu no chão.

Outro funcionário do parque ficou nervoso com o ocorrido e passou mal, sendo levado ao hospital. Com diagnóstico de pressão alta, ele foi medicado e liberado.

O animal é um macho de 5 anos e que vive no local desde que nasceu.

Após o ocorrido, o animal foi contido e anestesiado pelo veterinários da Fundação, sendo transferido para o Zoológico de São Paulo, para que a equipe de biólogos e veterinários pudesse avaliar o motivo do desvio de comportamento apresentado.

Em nota, a Fundação Parque Zoológico de São Paulo informou que está dando toda a assistência necessária e acompanhando a recuperação dos servidores envolvidos no acidente.

Zoo Safári

Aberto nos anos 70 e reinaugurado em 2001, ao lado do Zoológico de São Paulo, o Zoo Safári está localizado na Avenida do Cursino. O trajeto é feito dentro dos veículos.

Durante o percurso, de cerca de uma hora, os visitantes podem observar lhamas, antas, bisões, zebras, girafas, camelos, macacos, entre outros. Alguns animais, como leões, tigres e hipopótamos também podem ser vistos, mas ficam dentro das jaulas.

Mais de 300 animais podem ser vistos nos 4 km do trajeto.

Fonte: G1

Nota do Olhar Animal: Ocorrências de ataques e/ou fugas de animais em zoológicos são muito frequentes.

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.