Funcionário de fazenda captura filhotes de papagaio e acaba preso pela PMA, em MS

Um funcionário de uma fazenda, de 24 anos, foi preso com 13 filhotes de papagaio que estavam dentro da propriedade rural no município de Brasilândia, a 382 km de Campo Grande. Ele confessou que capturava os animais para a venda e ainda afirmou que capturaria mais. Além da prisão, recebeu multa de R$ 6,5 mil.

O flagrante foi feito pela Polícia Militar Ambiental de Bataguassu. O infrator foi conduzido, juntamente com os filhotes de aves, à delegacia de Polícia Civil de Brasilândia, onde ele foi autuado por crime ambiental. A pena nestes casos é de seis meses a um ano de detenção.

O traficante foi multado em R$ 6,5 mil e os animais serão encaminhados CRAS (Centro de Reabilitação de Animais Silvestres), em Campo Grande.

De acordo com a PMA, este é um período preocupante com relação ao tráfico de animais silvestres, pois, de setembro a dezembro é o período de reprodução do papagaio, que é a espécie mais traficada no Estado.

Neste período, a PMA realiza trabalhos preventivos nas propriedades rurais, por meio de informação da legislação e educação ambiental, tendo em vista que traficantes costumam tentar o crime por meio de aliciamento dos sitiantes e funcionários de propriedades rurais, para que retirem os animais e os avisem para que os comprem.

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.