Galo usado em rinha mata o próprio tutor. Saiba aonde aconteceu

Galo usado em rinha mata o próprio tutor. Saiba aonde aconteceu

A luta entre galos ou mais conhecida como “rinha de galo” é o combate entre dois desses animais que lutam muitas vezes até a morte. A prática tem origem milenar, atribuída ao general grego Temístocles, que ao ver dois galos brigando interpretou que o motivo único da disputa era que eles não queriam se render ao adversário. Desde então, os atenienses levavam galos para o Teatro e promoviam o combate uma vez por ano.

Em tempos atuais, as rinhas são proibidas em diversos países, mas isso não impede a sua existência de forma ilegal. A prática então acontece em ambientes clandestinos e atraem diversos apostadores como um jogo de azar, que são considerados contravenção. Existe ainda a questão de maus-tratos de animais porque os tutores das aves amarram lâminas em suas patas, colocam acessórios de ferro afiado em suas esporas, assim os golpes são violentos e causam ferimentos graves, mutilações e muitas vezes causam a morte.

No entanto, nem sempre só os animais são feridos. Na índia, um homem prendeu uma faca junto ao corpo do seu animal e acabou atingido na virilha. Mesmo sendo socorrido ele não resistiu à quantidade de sangue perdida e morreu a caminho do hospital. O galo estava sendo preparado para a briga, quando tentou escapar e atingiu seu tutor.

Essa não é a primeira vez que o tutor de um galo de briga é morto pelo animal no país.

Por Girnil Euzébio

Fonte: Um Passarinho me Contou


Nota do Olhar Animal: Punição mais severas aos organizadores e participantes ajudaria bastante a coibir este crime. A Lei Sansão não é suficiente, pois não prevê aumento de pena nestes casos.

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.