Galos usados em rinha são resgatados em Soure na ilha do Marajó, PA

Galos usados em rinha são resgatados em Soure na ilha do Marajó, PA
Galos tinham sinais de maus tratos e estavam machucados (Foto: Ascom/PC)

Vinte e cinco galos usados em rinhas foram resgatados em Soure, na ilha do Marajó, segundo balanço da operação da Polícia Civil divulgado nesta segunda-feira (3). Em dois imóveis, localizados nos bairros São Pedro e Pacoval, a equipe policial da Superintendência da Regional do Marajó Oriental, encontrou 25 galos com visíveis sinais de maus tratos e apreenderam produtos e utensílios usados para preparar os animais para as brigas nas chamadas rinhas. Duas pessoas foram detidas para responder por crime de maus-tratos.

Segundo o delegado Rodrigo Amorim, titular da Superintendência, responsável em coordenar a operação, a operação denominada “Cantando de Galo” foi deflagrada mediante informações sobre a prática ilegal de rinha de galo no município, visando abordar pontos de criação e armazenamento de galos utilizados nessas rinhas.

Durante as revistas nos locais, os policiais civis apreenderam produtos anabolizantes que são dados aos galos para que fiquem mais fortes, esporões de ferro, protetores de bico, entre outros materiais, usados nos treinamentos dos galos para as lutas.

Os dois responsáveis pelos locais foram detidos e conduzidos para a sede da Polícia Civil para lavratura de Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por maus tratos e, em seguida, liberados para responder ao processo por delito previsto na Lei de Crimes Ambientais.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.