Garis encontram filhotes de cachorro dentro de saco de lixo em Blumenau, SC

Garis encontram filhotes de cachorro dentro de saco de lixo em Blumenau, SC

Animais foram achados dentro do caminhão na madrugada desta terça (4). Funcionários perceberam gemido dos cães e conseguiram salvá-los.

Por Joana Caldas

SC blumenau cachorrosencontradosnolixoblumenaucaixa

Abandonados dentro de um saco, dois filhotes de cachorro foram encontrados por garis de Blumenau, no Vale do Itajaí, na madrugada desta terça-feira (4). Os animais chegaram a ser colocados dentro do caminhão, que tinha compactador, mas os trabalhadores ouviram os gemidos dos cães e conseguiram salvá-los.

Os filhotes estavam dentro de um saco, junto com o lixo deixado na calçada, de acordo com o gerente de Resíduos Sólidos do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto de Blumenau (Samae), João Carlos Franceschi. Os funcionários recolheram a sacola com os cachorros e colocaram no caminhão. Por sorte, os trabalhadores ouviram os gemidos dos animais antes que o saco chegasse ao compactador do veículo.

Rapidamente, os funcionários pegaram a sacola e retiraram os dois cães. Eles foram colocados dentro de uma caixa de papelão e transportados na cabine do caminhão até o Samae. De acordo com Franceschi, os animais são dois machos e têm de 50 a 60 dias de idade. Depois de serem tirados do caminhão, os filhotes foram alimentados com leite.

Na manhã desta terça, foi encontrada uma pessoa para adotar os cachorros. Franceschi contou que o funcionário de uma empresa terceirizada foi a Central de Resíduos Sólidos do Samae por causa do trabalho e viu os filhotes. Ele, então, decidiu adotá-los. “Ele tem dois filhos pequenos, vai presenteá-los”, detalhou. O funcionário afirmou que irá buscar os cães na tarde desta terça.

SC blumenau cachorrosencontradosnolixoblumenaucaixa2Abandono recorrente

Animais abandonados em sacos de lixo não são novidade para o Samae. Segundo João Carlos Franceschi, nove deles foram resgatados pelos funcionários da empresa no ano passado e colocados para adoção. Eles são colocados em sacolas para serem levados pela coleta de lixo ou abandonados na estação do Samae localizada no bairro Salto do Norte.

Devido a essa recorrência, os servidores já conhecem pessoas que gostam de animais e ajudam nesses casos. Os funcionários já se juntaram para pagar castração e atendimento veterinário, contou Franceschi. Em seguida, os animais recolhidos são encaminhados para adoção.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.