Gata sofre tortura e é estuprada em Erechim, RS

Gata sofre tortura e é estuprada em Erechim, RS

A crueldade contra um animal chocou a comunidade de Erechim neste fim de semana, e o fato causou revolta nas redes sociais, além de pedido de ajuda. A internauta Maria Inês Bordin expôs uma foto de uma gata e revelou que o animal sofreu estupro e tortura.

Na postagem, a informação que nos últimos 30 dias, os felinos desapareceram e tornaram dias após totalmente machucados, com sinais de tortura, queimaduras e sinais de estupro. O caso deve ser investigado pela Polícia Civil, e o criminoso, se encontrado, será enquadrado na nova lei de proteção aos animais, o que dá cadeia e multa. A PL 1.095/2019 prevê pena prevista de 2 a 5 anos de prisão.

Confira a postagem original:

“Nosso Deus, nosso Pai e Criador nos deu como presente o Universo onde todos somos irmãos, em sendo criações do mesmo Pai. Do reino mineral aos ditos “homens” tidos como os únicos dotados de consciência e racionais. Mas será que isto é realmente verdade, eu creio que não!!!CRIMES BÁRBAROS aconteceram em Erechim, Rio Grande do Sul, nos últimos 30 dias. Felinos domésticos muito dóceis e que nunca ficaram uma noite fora da casa de sua tutora de repente desapareceram e retornaram à casa dia após dia nas seguintes condições:

1. Uma felina muito quieta e tímida, de 2 anos reaparecem em casa com as duas orelhinhas machucadas . A princípio a tutora achou que eram carrapatos, contudo quando examinou-a não tinha nenhum carrapato preso… Examinado bem a tutora percebeu que se tratava de queimaduras. Queimaras suas orelhinhas de cima até a raiz da orelha como se fosse colocar vários piercings. Na base das orelhas uma grande queimadura circular. Conclusão: a queimaram com cigarro e, pelo aspecto apagaram o cigarro nela

2. Uns três dias depois reaparece a segunda felina arrastando-se em com Insuficiência Respiratória. A veterinária que sempre cuidou dos tutelados da senhora não sabia se ela sobreviveria. Esta felina nunca havia saído da frente de casa. Ao retorna estava cheia de terra solta. Depois da crise a tutora foi limpar suas orelhinhas e constatou um detalhe muito interessante: quando ela chegou em casa estava coberta de terra só no lado direito. A tutora olhou a orelha esquerda e estava limpa, mas a orelha direita estava cheia de terra solta. Todos que foram até sua residência chegaram a mesma conclusão: a gatinha foi enterrada viva.

3. No dia 12 de dezembro retorna à casa a última gatinha desaparecida. Muito medrosa, pois é portadora da Síndrome do Pânico ela fugiria de qualquer um. Devem tê-la encurralado em mais de uma pessoa. A gatinha, que acaba de completar 4 anos arrastava-se pelas patas traseiras, a cauda quebrada, estava embebida em urina e perdia as fezes. De uma linda gata com mais de 6 kg ela havia se resumido num montinho de ossos e estava em estado de choque… A tutora foi dar-lhe uma banho e o choque foi maior ainda…corre a tutor a ao veterinário.. De longe a médica disse: será que ela está se assando pela urina e pelas fezes? Ao se aproximar bem da área gênito urinária da felina a médica empalideceu. A tutora já sabia o que tinha ocorrido..ESTUPRO… Médicos e amigos da tutora ajudaram para custear seus gastos inesperados.

Conclusão: amarraram a cauda dela para cima, pois o edema na região lombo sacra indicava que ela havia sido contida com algum artefato que ocasionou a fratura da coluna e consequentemente o edema. Mas o pior de tudo foi constado pela Médica Veterinária: a gatinha fora ESTUPRADA por um “ser humano” via vaginal e anal….Até dia 22 a gatinha não dormia, ficava dia e noite no colo da tutora chorando e olhando para o vazio. Foi tratada com tratamento convencional pela Médica e continua sendo tratada com Florais, Reik, Acupuntura, Cromoterapia Fisioterapia e contenção da musculatura na região afeta, para impedir o relaxamento completo da mesma, tal qual era feito em mulheres antigamente que os partos muito difíceis causavam ruptura da região vaginal até a região anal e dava excelente resultado.A tutora entrou em contato com 03 representantes da mídia local(enviou os e-mails com cópia) e seus amigos monitoraram: NINGUÉM PUBLICOU NADA. É obvio, quem iria se importar com animais domésticos vítimas de maus tratos? Não dá Ibope.VAMOS AJUDAR NOSSA AMIGA A DENUNCIAR …a VIOLAÇÃO DOS DIREITOS DOS NOSSOS IRMÃOS: sim os animais são nossos irmãos e não são nossos escravos. Segundo o Médico Veterinário, Marcel Benedeti ( Kardecista), os animais vêm ao mundo terra para aprenderem com o homem de forma a evoluir espiritualmente. Nós já fomos animais, plantas, pedras na escala evolutiva do nosso espírito.Nós conhecemos a tutora que residiu aqui em CONCÓRDIA por mais 23 anos fazendo parte de nosso círculo de amigos. Por favor me ajudem, onde devemos recorrer???Com quem a Tutora deverá falar??ela nos pede AJUDA”

Fonte: Agora no Vale

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.