Gatinha com as patas paralisadas mobiliza cidade por cadeira de rodas

Gatinha com as patas paralisadas mobiliza cidade por cadeira de rodas

‘Pepa’ foi encontrada por ONG após ser vítima de acidente em Registro. Animal ganhou novo lar após perder os movimentos das patas traseiras.

Por Rafaella Mendes

SP Registro Pepa

Uma gata que perdeu os movimentos das patas traseiras, depois de sofrer um acidente em Registro, no Vale do Ribeira, interior de São Paulo, vem comovendo e mobilizando os moradores do município. A gatinha “Pepa” está se recuperando, mas não consegue mais andar e precisa de uma cadeira de rodas especial para voltar a se movimentar normalmente.

O animal foi socorrido pelo Grupo de Proteção aos Animais do Vale do Ribeira (GPA), onde ficou internado e recebeu os primeiros socorros. Segundo a presidente da ONG, Márcia Colla, a gatinha foi encontrada após um possível atropelamento e levada até a sede da instituição. “Não sabemos exatamente o que a deixou sem o movimento das patas. Quando a encontramos ela já estava assim. O maior problema é que precisamos muito de uma cadeirinha de rodas para que ela volte a andar”, comenta.

SP Registro Pepa2

A técnica em enfermagem Solange Aparecida Pedroso, acostumada a cuidar de animais, resolveu adotar a gatinha para dar o carinho e a atenção que ela necessita. “A ‘Pepa’ foi deixada em uma clínica e estavam procurando um lar para ela. Como eu cuido de vários animais em casa, resolvi adotá-la. Juntas, vamos superar tudo”, afirma Solange.

A gatinha já convive com Solange há quatro meses e a técnica em enfermagem sempre procura um jeito de não perder a esperança. “Por conta de não conseguir se movimentar direito, a ‘Pepa’ tem apresentado alguns ferimentos. Mas ela está comendo uma ração especial, que influencia e ajuda bastante no tratamento”, relata.

No entanto, de acordo com a presidente do GPA, a gata precisa de uma cadeira de rodas adaptada para conseguir, além de voltar a andar, evitar problemas de saúde no futuro. “O importante agora é a cadeira felina para a ‘Pepa’, que custa em torno de R$ 450”, ressalta.

Para conseguir arrecadar os recursos necessários para a compra da cadeira de rodas, a ONG tem realizado diversos eventos, com renda destinada também à viabilização de três novos canis no município de Cananéia. “Ela é um amor de gatinha. Precisamos urgentemente da cadeirinha felina para ajudar no tratamento dela”, conclui Solange.

SP Registro Pepa3

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.