Gato Cauê engole agulha e é salvo por cirurgia gratuita em Campo Grande, MS

Gato Cauê engole agulha e é salvo por cirurgia gratuita em Campo Grande, MS
Raio X comprovou que agulha estava dentro do estômago do gato Cauê (Foto: Divulgação)

O gatinho Cauê aprontou a ‘arte do ano’ na última semana. O felino de 5 anos engoliu uma agulha de costura quando brincava com o resto de linha que ainda estava junto ao metal. O tutor do gato, Leonardo Freitas, foi até uma clínica veterinária e constatou que o objeto estava no estômago do gato por meio de um raio X.

Gatinho Cauê com colar elizabetano se recupera da cirurgia de retirada de agulha. (Foto: Divulgação)
Gatinho Cauê com colar elizabetano se recupera da cirurgia de retirada de agulha. (Foto: Divulgação)

Sem condições de pagar a cirurgia na clínica particular, Leonardo foi pedir ajudar na Subea (Subsecretaria de Bem-Estar Animal).

O gato Cauê foi encaminhado para o hospital veterinário da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul). “Consegui o encaminhamento para o mesmo dia. E o melhor que foi sem nenhum custo”, relatou o tutor.

A cirurgia do gatinho foi um sucesso e ele teve alta hospitalar no mesmo dia. “Agora, ele está aqui mais quietinho, mas se alimentando bem e tomando os remédios que foram passados”, conta.

De acordo com médica veterinária da Subea, Stefanie Centurion, a ingestão de corpo estranho é uma ocorrência bastante comum nos consultórios veterinários. “Quando os objetos são pequenos, o próprio organismo consegue dar conta de eliminá-los. O problema acontece quando são itens muito grandes ou pontiagudos, que ficam presos no organismo dos animais e podem até causar cortes e perfurações em seus órgãos, tornando urgente a retirada, antes que as complicações causem a morte do animal”, destaca.

O tratamento só foi possível graças a um convênio da Prefeitura com a universidade. Desta forma, ficam assegurados para a população serviços de alta complexidade para os animais de forma gratuita.

Desde março deste ano, os animais da Capital conseguem atendimento gratuito para exames de radiografia, cirurgia ortopédica, consultas veterinárias especializadas, ultrassonografia, eletrocardiograma, endoscopia, exames laboratoriais bioquímicos e parasitológicos, cesarianas, cirurgia de piometra emergencial e atendimentos de emergência.

A subsecretaria disponibiliza 15 senhas pela manhã, a partir das 7h30, e 15 senhas à tarde, a partir das 13h. Os atendimentos ocorrem às segundas, terças, quintas e sextas-feiras. Às quartas, a equipe realiza atendimentos exclusivos a ONGs e protetores independentes. Para mais informações o tutor interessado pode ligar no 2020-1397.

Por Gabriela Couto

Fonte: Campo Grande News