Gato de rua invade a sala de aula e transforma a vida dos alunos

Gato de rua invade a sala de aula e transforma a vida dos alunos
Fotos: Facebook – Özlem Pınar Ivaşcu.

Um dia, sem ninguém saber de onde ele vinha, um gato chamado Tombi chegou a uma escola pública na cidade de Izmir, na Turquia. Enquanto a maioria dos gatos de rua podem ficar estressados com a presença de humanos, especialmente quando se tratam de crianças super energéticas, Tombi foi muito amigável e parecia não ter medo de nada.

Ele, simplesmente, chegou perto das crianças para pedir abraços e, claro, muito carinho. No entanto, isso não foi suficiente para o gatinho… Ele decidiu ir muito mais longe que os jardins da escola!

Depois de algumas semanas, Tombi decidiu invadir as aulas. “Ele chegou na nossa sala de aula.”, disse Özlem Pınar Ivaşcu, a professora. “As crianças gostaram muito disso.”

Ter um gato na sala de aula pode ser uma grande distração para os alunos, mas de acordo com a professora, aconteceu exatamente o oposto.

Na verdade, as crianças ficaram muito entusiasmadas e felizes em ir às aulas para verem seu novo amigo. Antes e entre as aulas, os alunos costumavam correr no recreio. Mas, com a presença de Tombi, eles se tornaram muito mais focados e até ansiosos pela hora de entrar na sala de aula.

As crianças começaram a chegar cedo para cuidar do gato e isso trouxe algo de positivo para suas vidas.

Isso também foi muito positivo para Tombi, pois passou a ter um lugar para dormir em segurança!

Entretanto, Özlem levou o felino ao veterinário para o esterilizar e se certificar de que ele estava saudável.

Estava tudo a correr às mil maravilhas, mas infelizmente, um pai descobriu que o gato estava “invadindo” as aulas e denunciou o caso. A administração pediu a Özlem que enviasse o gato para longe, deixando as crianças desoladas.

“Encontramos uma casa para Tombi e ele ficou lá por três dias, mas ele não estava feliz. Ele parou de comer.”, diz Özlem. “Então, eu o levei para minha casa, mas aqui ele também não estava feliz.” As crianças chegaram ao ponto de enviar cartas e desenhos para animar o gatinho.

Em desespero, Özlem decidiu expor sua situação nas redes sociais e a professora recebeu muito apoio.

“Recebi apoio de muitas pessoas, incluindo meu diretor de educação em Izmir.”, disse a professora. Mesmo o pai estudante ficou movido. Ele refletiu sobre sua posição e pediu que o gato voltasse para a sala de aula! A administração da escola aceitou e Tombi conseguiu voltar para perto de seus amigos. Que boa no notícia!

Agora, todos estão muito felizes!

Você gostaria de ter um gato em sua sala de aula? Compartilhe essa história incrível com seus amigos e familiares!

Fonte: Animaals via Histórias com Valor 

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.