Gato fica ferido após ser atingido por espingarda de chumbinho no Nova Lima, em Campo Grande, MS

Um gato ficou ferido após ser atingido por uma espingarda de chumbinho, por volta das 21h, dessa sexta-feira (28), no bairro Nova Lima. O animal estava em casa com seu dono, uma criança de aproximadamente 2 anos, quando foi atingido.

Conforme uma moradora, que não quis se identificar, o responsável pelo tiro, um morador da Rua Santo Inácio de Loiola, assume para todo mundo que odeia animal. A Polícia Militar foi acionada, entrou na casa do suspeito e não achou a arma.

Segundo ela, o pai da criança está revoltado e queria fazer justiça com as próprias mãos, só que foi alertado que pode responder criminalmente.

“Os vizinhos queriam linchar ele aqui, a criança ficou traumatizada. O gatinho está bem debilitado, vão levar ele no veterinário”,

Crime

Conforme previsto no artigo 32 da Lei nº 9.605, de 12 de fevereiro de 1998, quem praticar o ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos, comete crime ambiental, que prevê detenção de três meses a um ano e também a condenação em multa para quem cometer este tipo de crime.

Em 2018, foram registrados 214 boletins de ocorrência de maus-tratos em todo o Estado. Em 2017, outros 159.

Até o dia quatro de junho, a SISP (Superintendência de Inteligência de Segurança Pública) Coordenadoria de Fiscalização e Controle, foram registradas 123 ocorrências de maus-tratos com morte e, apenas 16 sem mortes.

Em caso de denúncia, procure a Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Ambientais e Atendimento ao Turista (Decat) pelo número 3325-2567 / 3382-9271. As denúncias podem ser feitas também no Ministério Público.

Por Nathalia Pelzl

Fonte: Topmídia News

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.