Gato-mourisco resgatado na Hydro Alunorte é levado para realizar exames na UFRA de Belém, PA

Gato-mourisco resgatado na Hydro Alunorte é levado para realizar exames na UFRA de Belém, PA
Gato-mourisco resgatado em refinaria no Pará é levado para fazer exames na UFRA, em Belém. — Foto: Reprodução / Polícia Militar

jaguarundi resgatado na refinaria Hydro Alunorte, em Barcarena, no nordeste do Pará, foi transferido nesta segunda-feira (17) do Museu Paraense Emílio Goeldi para a Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA), em Belém, para realizar exames.

O animal, de espécie conhecida como gato-mourisco ou raposa-de-gato, foi transportado por policiais do Batalhão de Policiamento Ambiental (BPA) em uma caixa de madeira após receber tranquilizantes.

Segundo a Polícia Ambiental, o animal sofreu queimaduras pelo corpo e há suspeitas de fratura em uma das patas.

A soldado Andrea Moraes, veterinária do BPA, disse que serão realizados exames complementares e ainda não há previsão de alta. “Ele deve passar por radiografia para atestar a possível fratura, mas já possui um estado bom de saúde, está bem alimentado e menos agressivo”, disse.

O tratamento deve ser feito na UFRA e, após receber alta, ele deve ser solto em área de mata.
O gato na fase adulta mede cerca de 70 centímetros de comprimento, fora a cauda, que pode chegar a 40 centímetros. Também tem as patas curtas e a cabeça pequena, desproporcionais ao resto do corpo. Pesquisadores garantem que ele não é perigoso.

Gato-mourisco é encontrado dentro de refinaria, em Barcarena. — Foto: Divulgação / PM

Desde a última sexta-feira (14), o animal recebia cuidados no Museu após ser resgatado de um tanque supostamente com soda cáustica dentro da refinaria.

Em nota, a Alunorte disse que o felino foi encontrado na quarta-feira (12) em uma área seca, sem presença de efluentes líquidos, no sistema de drenagem da empresa e que o animal não teve contato com nenhuma substância química do processo da refinaria.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.