Gatos bebés largados num parque não se mexeram durante dias. “Estavam cheios de medo”

Gatos bebés largados num parque não se mexeram durante dias. “Estavam cheios de medo”
São cinco manos.

“Este ano tem havido um descontrolo tremendo”. É assim que Mafalda Ensina, responsável da associação Amigos dos Animais de Campo Maior, no distrito de Portalegre, em Portugal, fala sobre as sucessivas ninhadas de gatos que têm surgido um pouco por todo o lado. A mais recente “foi despejada há uns dias no parque e precisamos de ajuda”, apela.

Mafalda explica todo o cenário: “estes gatinhos são de uma gata que tem donos, mas os donos não a esterilizam. E o cenário repete-se. A gata vai ter os bebés no quintal dos vizinhos – e os vizinhos, fartos da situação, vão abandonar no parque verde onde há uma colónia”.

“As pessoas não são nada responsáveis e depois temos a colónia descontrolada. Estes bebés estiveram dois dias sem se mexer do sítio onde foram largados. Estavam cheios de medo”, afirma a protetora com tristeza visível.

A responsável da associação diz que o SEPNA – Serviço da Proteção da Natureza e do Ambiente, ao abrigo da Guarda Nacional Republicana – já foi contactado e que os donos da gata serão os encontrados. “São eles os culpados do descontrolo nesta colónia”.

Gatos precisam de boas famílias

Agora, sublinha Mafalda, “queremos encontrar famílias responsáveis que possam adotar e futuramente esterilizar os bebés”. “São quatro gatinhos da cor ‘branco sujo’ e uma gatinha tigrada. Já têm 8 semanas e comem sozinhos”, explica à PiT.

As ninhadas caseiras e os abandonos, que levam a que mais animais nasçam nas ruas, estão entre as principais preocupações dos ativistas. Recentemente, mais de 40 associações uniram-se e criaram uma petição para a esterilização dos cães errantes – isto porque os chamados programas CED (capturar, esterilizar, devolver [ao seu habitat]) ainda só são permitidos com gatos. Mas há uma outra petição a correr que quer ir mais longe: obrigar à esterilização de todos os animais de companhia.

Percorra a galeria para conhecer os cinco bebés acolhidos pela associação Amigos dos Animais de Campo Maior.

Por Alexandra Ferreira

Fonte: Pets in Town / mantida a grafia lusitana original