Gatos recém-nascidos encontrados no lixo em saco de laranjas podres em Coimbra, Portugal

Gatos recém-nascidos encontrados no lixo em saco de laranjas podres em Coimbra, Portugal
Gatos estão a ser cuidados por uma família de acolhimento (Foto Dr

Quatro gatos recém-nascidos foram encontrados dentro de um saco com laranjas podres, num caixote do lixo, em Coimbra, revelou a associação Agir pelos Animais. Um deles não resistiu. Os restantes estão a ser alimentados a biberão.

Os gatos foram resgatados por uma mulher que ouviu miar quando foi deitar o lixo ao caixote, na localidade de Taveiro, na passada quinta-feira. Estavam “gelados” e ainda tinham o cordão umbilical, disse, este domingo, ao JN, a presidente da Agir pelos Animais, Sónia Rebelo.

A mulher que encontrou os pequenos felinos levou-os para casa, limpou-os, secou-os e contactou aquela associação de defesa animal, que encontrou uma família de acolhimento temporário para cuidar deles enquanto não conseguem comer por si.

Os gatos estão a ser alimentados a biberão e mantidos quentes, com a ajuda de uma botija e de mantas polares, até poderem autonomizar-se e encontrar lares definitivos. Trata-se de uma fêmea (tricolor), um macho (amarelo) e um terceiro (listrado) cujo género ainda não é percetível.

Biberão de três em três horas

Márcia Cardoso, uma das responsáveis pelo Pet & Tea, o “cat café” que vai abrir, neste mês, na Baixa de Coimbra, é quem está a dar o biberão aos gatos, de três em três horas. “Mamam muito bem”, contou ao JN.

Na sua página no Facebook, a Agir pelos Animais sublinha a importância da esterilização, “para evitar ninhadas indesejadas”, lamentando que país fora ainda sejam “praticados muitos atos semelhantes” a este que denuncia.

De acordo com Sónia Rebelo, está a ser ponderada a apresentação de uma queixa contra desconhecidos.

Por Carina Fonseca 

Fonte: Jornal de Notícias / mantida a grafia lusitana

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.