Gavião faz ninho em caixa de ar-condicionado de apartamento na PB; morador monitora por câmera

Gavião faz ninho em caixa de ar-condicionado de apartamento na PB; morador monitora por câmera
Gavião passa a maior parte do dia no ninho que fez em apartamento na PB — Foto: Nathanael Nunes/Arquivo pessoal

Há cerca de um mês, o sétimo andar de um prédio localizado no Bairro dos Estados, em João Pessoa, ganhou quatro novos moradores. Uma fêmea da espécie gavião carijó construiu um ninho, onde passou a proteger três ovos, dentro da caixa do ar-condicionado de um apartamento. Desde então, um dos moradores do imóvel passou a monitorar o animal por uma câmera. No último sábado (2), o trio de filhotes nasceu.

VÍDEO: Gavião faz ninho em caixa de ar-condicionado de apartamento em João Pessoa

“Tem a caixa de ar-condicionado, que é de fibra. O antigo morador colocou uma caixa de papelão pra fechar o espaço, né? E dentro dessa caixa de papelão, ela fez o ninho”, relatou o técnico de informática Nathanael Nunes.

Nathanael contou que percebeu a presença do gavião no início de setembro, quando o viu saindo do equipamento, que fica no quarto da filha dele, de 5 anos. Depois disso, ele resolveu instalar a câmera para observar e se surpreendeu com os ovos que estavam no ninho.

“Levei um fim de semana para posicionar [a câmera]. Porque fazia um movimento e saía pra não ser pego por ela. E tomando cuidado para não bater na caixa e danificar os ovos. Depois disso fechamos o acesso da caixa do ar”, disse.

Para Nathanael, os animais não representam perigo. Por isso, pretende deixá-los no local. A única medida de segurança adotada é deixar a janela do quarto da filha sempre fechada para evitar que o pássaro entre.

A menina, inclusive, já mudou alguns pequenos hábitos para conviver com o bichinho, mesmo que distante dele. “Descobriu que tem que diminuir o barulho no quarto para não espantar o gavião [a ave maior]”, contou Nathanael sobre a rotina da criança.

Todas as manhãs, assim que acordava, a pequena também costumava perguntar se os filhotes já tinham nascido.

“Com isso mostramos a Pérola [filha dele] que a natureza tem que ser livre, que podemos cuidar, sem precisar prender”, explicou o pai.

A família também não alimenta as aves. A alimentação fica por conta da gavião mãe, que sai todas as manhãs em busca de comida.

Ovos que gavião colocou em ninho dentro de uma caixa de ar-condicionado na PB — Foto: Nathanael Nunes / Arquivo pessoal
Ovos que gavião colocou em ninho dentro de uma caixa de ar-condicionado na PB — Foto: Nathanael Nunes / Arquivo pessoal

Ninhos não devem ser violados, diz Polícia ambiental

De acordo com a tenente Gimena, do Batalhão de Polícia Ambiental da Paraíba, ninhos como o que foi construído no apartamento de Nathanael, não devem ser violados ou destruídos.

“A orientação a quem se depara com o ninho de algum animal em sua residência é não avariar, mexer ou tentar por em outro local. O que deve ser feito é apenas aguardar o momento em que os filhotes terão desenvolvido o necessário para, naturalmente, deixarem o ninho”, explicou.

A única situação que permite o deslocado de ninhos é a de perigo iminente ao animal. Mas esse tipo de manuseio só deve ser feito por profissionais capacitados para o resgate dos animais, a exemplo de policiais ambientais e bombeiros.

Por isso, o indicado é acioná-los pelos telefones 190, no caso da polícia, e 193, o Corpo de Bombeiros.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.