Golfinho capturado na caça ‘perdeu sua vontade de viver’

Golfinho capturado na caça ‘perdeu sua vontade de viver’
As águas da enseada durante a caçada anual. (Fotos: Sea Sheperd Conservation Society)

Em um vídeo recente, um golfinho boia na superfície das águas em um cercado quadrado no mar – ele parece morto. Depois de alguns momentos, o golfinho muda de posição – ele está vivo, mas quase não.

O vídeo foi feito no Taiji Whale Museum, um local no Taiji, Japão, onde os cetáceos são mantidos em tanques minúsculos e com cloro, ou em pequenos cercados no mar a apenas metros do oceano.

E mais, esses animais marinhos testemunharam os assassinatos brutais e sangrentos de suas famílias. A cada ano, os caçadores locais conduzem grupos de golfinhos para uma enseada assassina batendo varas de metal conta os lados de seus barcos, criando uma “parede” de som que aprisiona e desorienta os golfinhos.

Uma vez que eles juntam os golfinhos na enseada, eles escolhem os mais bonitos para serem vendidos para a indústria do entretenimento em cativeiro, enquanto os restantes são assassinados pela sua carne.

A ONG Sea Sheperd Conservation Society tinha membros da tripulação em terra no Taiji pelo 14º ano. O capitão Jessie Treverton, líder de campanha do Sea Sheperd Cove Guardian (Guardião Sea Sheperd da Enseada), gerenciou um grupo de voluntários enquanto eles tiravam fotos e faziam vídeos da condução dos golfinhos, assim como dos animais no Taiji Whale Museum – incluindo o golfinho apático no cercado marinho.

japao_golfinho_capturado_caca2

“Eu realmente pensei que o golfinho estivesse morto quando cheguei”, Treverton disse ao The Dodo. “Ele não se mexeu por um bom tempo. Parecia profundamente deprimido e isso é desolador de se ver”.

japao_golfinho_capturado_caca3

Apesar de Treverton dizer que ela não sabia a história completa deste golfinho em particular, o desafortunado animal deveria ter sido capturado na notória enseada neste ano ou durante uma caça anterior. O golfinho viverá o resto de sua vida em cativeiro, sendo forçado a se apresentar e entreter convidados nos shows com golfinhos – o Taiji Whale Museum também oferece aos convidados a oportunidade para alimentar ou nadar com golfinhos na mesma enseada que normalmente fica vermelha com sangue durante a caça.

japao_golfinho_capturado_caca4

“Eu estou navegando pelos oceanos do mundo profissionalmente há quase 20 anos e nunca tinha visto um golfinho se comportar dessa forma ou parecer tão profundamente deprimido”, Treverton disse. “Na natureza, os golfinhos parecem tão felizes e cheios de vida, mas este, e os outros nos tanques do Taiju Whale Museum, parecem profundamente deprimidos. É como se eles tivessem perdido a vontade de viver”.

japao_golfinho_capturado_caca5

Para ajudar o Sea Sheperd a continuar a monitorar Taiji, você pode fazer uma doação aqui.

Você também pode visitar o The Dolphin Project para assinar a petição e saber mais sobre como você pode ajudar a acabar com a caça em Taiji.

Por Elizabeth Claire Alberts / Tradução de Alice Wehrle Gomide

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.